Padre tem doença que atinge 1 a cada 1 milhão de pessoas: "Sou milionário" - Front catolico

Padre tem doença que atinge 1 a cada 1 milhão de pessoas: "Sou milionário"


 



 Há poucos dias, o Pe. Márlon Múcio, que sofre de uma doença rara e neurodegenerativa, teve um agravamento da saúde e foi transferido para a UTI onde pediu para não ser intubado, para continuar celebrando a Missa diária.

Em uma foto compartilhada no Instagram, no dia 20 de novembro, pelo irmão do padre, Paulo Gustavo, pode-se ver como o Pe. Márlon está celebrando Missa em um leito de hospital, apesar de estar conectado a uma máscara de oxigênio.

“Meu irmão, Padre Márlon, fazendo o que ele mais ama nesta vida: celebrar a Missa”, escreveu Paulo Gustavo na publicação.

Pe. Márlon está internado na UTI de um hospital do município de São José dos Campos, em São Paulo, desde o dia 17 de novembro, devido ao agravamento da doença neurodegenerativa que sofre: Deficiência do Transportador de Riboflavina (RTD).

Esta doença rara define-se como “um distúrbio neuromotor progressivo, caracterizado por insuficiência respiratória, surdez neurossensorial e paralisia ponto-bulbar progressiva”, de acordo com o site Orpha.net.

“Nossa mãe, Carminha, fica o tempo todo lá com ele. Meu irmão gosta de contar que em 20 anos de padre, nunca ficou um dia sem celebrar a Missa”, contou o irmão.

A publicação indica ainda que o Pe. Márlon “está rezando por todos e pede que todos continuem rezando por ele”. "E está emocionado com as manifestações de carinho, que contamos pra ele", acrescentou.

Em outra publicação no Instagram, no dia 22 de novembro, Paulo Gustavo disse que o Pe. Márlon “teve a melhor noite na UTI e o melhor despertar desde que foi internado”.

“Entretanto, durante o dia, teve várias crises respiratórias e ainda não está bem a sua respiração. Além do BIPAP, está sendo assistido pela ventilação mecânica não invasiva, a VNI. Seu diafragma está fraquinho. Ontem à tardinha ele teve uma boa melhora no quadro geral”, disse.

Paulo Gustavo acrescentou que “é o que se esperava pelo tratamento que ele está fazendo, pois hoje ele está no 3º dia da imunoglobulina. A voz está bem difícil e as dores estão fortes hoje. Hoje ele está mais cansadinho e bem sonolento. Mas tanto ele como a equipe e nossa família estamos bastante animados. Agradecemos a todos e pedimos que continuem rezando bastante por ele”.

Confira também:

Etiquetas: RTBPe. Márlon MúcioMissaEucaristiadoença rara


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.