A Diocese de Mogi das Cruzes confirmou na tarde desta terça-feira (8), o falecimento do padre Francisco Deragil de Souza – pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida e São Roque, no distrito de Braz Cubas. Aos 53 anos, o religioso foi vítima de complicações de uma pneumonia e diagnosticado com o novo coronavírus nesta segunda-feira (7). Ele estava entubado, com ventilação mecânica e recebendo tratamento por meio de antibióticos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Jardim Santa Helena, em São Miguel Paulista.

O pároco foi o responsável pelo impulso às obras de construção do santuário de Nossa Senhora Aparecida, por meio de ações sociais e festas religiosas.Trabalho social como importante instrumento para mudar a vida de pessoas diante das mais difíceis situações. Esta é a filosofia seguida pelo padre. 




A Diocese de Mogi divulgou uma segunda nota oficial nesta tarde. Veja a íntegra do documento: 

"Com muito pesar, comunicamos o falecimento, aos 53 anos, do Pe. Francisco Deragil de Souza, pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida e São Roque, no distrito de Brás Cubas, em Mogi das Cruzes (SP), na tarde de hoje, dia 08 de dezembro, em decorrência de complicações de uma pneumonia e a contaminação pelo vírus da Covid-19.

Pe. Francisco Deragil de Souza nasceu em Serranos (MG), em 19 de outubro de 1967. Foi ordenado sacerdote na Diocese de Mogi das Cruzes, em 01 de maio de 1998, pelas mãos de Dom Paulo Mascarenhas Roxo, Opraem. Trabalhou como presbítero nas paróquias Nossa Senhora dos Remédios, no distrito de Remédios, em Salesópolis; Santa Cruz – Capela do Ribeirão, em Taiaçupeba, Mogi das Cruzes; Nossa Senhora da Paz, na Vila da Prata, em Mogi das Cruzes; e desde 2001, estava na Paróquia Nossa Senhora Aparecida e São Roque, no distrito de Brás Cubas, em Mogi das Cruzes. Também, era o coordenador da Pastoral Presbiteral.

O sacerdote foi internado há 15 dias no Hospital Jardim Helena, em São Miguel Paulista, em São Paulo (SP), com um quadro grave de pneumonia. Os primeiros testes para verificar se estava com infectado com a Covid-19 foram negativos, apenas o último resultado que saiu na segunda-feira, dia 07, apontou o contágio pelo novo coronavírus.Seguindo os protocolos sanitários, não será possível realizar o velório e o sepultamento (em horário a confirmar) no Cemitério da Saudade, em Brás Cubas, vai ser restrito a poucas pessoas, entre eles, os familiares, o bispo diocesano, Dom Pedro Luiz Stringhini, e alguns representantes do clero de Mogi das Cruzes. 

Uma singela forma de despedida do querido e já saudoso Pe. Francisco Deragil de Souza será através da oração. Com início nesta noite e prosseguindo amanhã, dia 09, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida e São Roque, haverá missas durante todo o dia (programação completa será publicada em breve), sempre com atenção aos cuidados e as orientações das autoridades de saúde, como o uso obrigatório de máscaras e a não aglomeração de pessoas, respeitando a capacidade de 40% da capacidade da Igreja. 

Nos unimos em oração pelo descanso eterno do Pe. Francisco Deragil de Souza, pelo conforto dos familiares, do nosso bispo e clero diocesano.

"O padre Deragil, além de ser a bondade em pessoa, que cativava a todos com seu bom humor e simpatia, tinha uma história de luta, trabalho e muita fé para tornar nossa Mogi uma cidade melhor", lamentou nas redes sociais o atual prefeito de Mogi das Cruzes, Marcus Melo (PSDB)