Padre é preso por pintar a própria igreja - Front catolico

Padre é preso por pintar a própria igreja


 


Padre Luciano Gustavo Lustosa da Silveira foi conduzido à delegacia Alhandra nesta manhã de sá
bado, dia 3, pela Guarda Municipal. O sacerdote é pároco da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, na cidade do Conde, localizada na Região Metropolitana da Paraíba. O motivo da detenção também chamou a atenção da população. O padre recuperou a cor original do cruzeiro que fica em frente à Matriz, que havia sido descaracterizado, na cor,  pela Prefeitura da cidade.

Padre Luciano Lustosa foi conduzido à delegacia pela Guarda Municipal.

“Eu estou sendo preso.
A prefeita mandou me prender. Eu troquei a pintura do cruzeiro que é da a paróquia. É uma coisa absurda. A gente fica de boca aberta diante dos desmandos, da arbitrariedade, do autoritarismo”, disse Padre Luciano no momento da prisão, em casa, ao portal A Voz do Conde. O sacerdote se refere à prefeita e candidata à reeleição Márcia Lucena (PSB).

Cruzeiro pertence à Paróquia. Padre quis restaurar cor original do monumento.

” Mas também existe um viés comunista nisso. Nós sabemos que quem é comunista odeia padre, odeia igreja, odeia tudo que é religioso, persegue, não tem caridade por ninguém. Eu estou no meu direito e vou à delegacia,  comparecer diante das autoridades para conversar sobre isso”, continua o padre.

A Câmara Municipal de Conde se solidariza ao sacerdote e repudia a ação da prefeitura. “É absurdo presenciarmos tamanha intolerância e abuso de autoridade, se tratando de decisões e interferências que dizem respeito à igreja. Lamento profundamente que tenha chegado a ponto de prender uma liderança religiosa, que muito faz pelo povo de Conde, por meio da fé e que havia solicitado a preservação do monumento desde julho”, diz trecho da nota assinada pelo Presidente da instituição Carlos Manga Rosa.

Confira imagens da detenção do sacerdote (A Voz do Conde)


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.