Padre de Campo Grande trouxe relíquia que curou criança e ajudou Acutis a se tornar beato - Front catolico

Padre de Campo Grande trouxe relíquia que curou criança e ajudou Acutis a se tornar beato


 


Padroeiro da Internet' se tornará beato nesta semana graças a milagre ocorrido em Campo Grande

O jovem italiano Carlo Acutis será beatificado após o reconhecimento de um milagre que aconteceu em uma igreja de Campo Grande.
O adolescente ficou conhecido entre os fiéis como ‘padroeiro da internet' e o Vaticano reconheceu um milagre realizado por ele, quando curou um menino de três anos que tinha uma doença rara no pâncreas.

O milagre aconteceu em uma missa realizada na Paróquia São Sebastião, na Capital. Em contato com a família de Carlo na Itália, o padre Marcelo Tenório conseguiu trazer uma relíquia dele para o Brasil, um pedaço do tecido de sua camisa. Como Carlo Acutis morreu no dia 12 de outubro de 2006,
o padre realizava missas com a relíquia do adolescente italiano nesta data todos os anos.

"Tínhamos uma relíquia, um pedaço da camisa dele [Carlo Acutis], então todo dia 12 de outubro eu dava uma bênção. O milagre aconteceu no ano de 2013. O menino tinha um problema grave no pâncreas, tudo que comia, vomitava. Ele estava definhando e muito aquém do peso, não tinha como fazer cirurgia", relatou o padre.

A família já havia sido desenganada pelos médicos. Com uma doença rara congênita chamada pâncreas anular, o menino não conseguia comer, estava desnutrido e tinha o peso de uma criança de um ano. "O avô veio com o menino, que tocou na relíquia e pediu para parar de vomitar e o milagre aconteceu. A família fez o exame em 2014, que constatou que ele não tinha mais nada no pâncreas. Pegamos os exames e mandamos para postulação da causa, em Roma", conta o padre Marcelo Tenório.

 e pedaço de roupa são relíquias de Carlo Acutis. (Foto: Divulgação/Padre Marcelo Tenório)

A técnica de enfermagem Luciana Lins Vianna, de 40 anos, é mãe do menino e conta que se surpreendeu com o pedido feito à Carlo Acutis. Como ele ainda era muito pequeno, ela não imaginou que ele fosse pedir a cura para a doença. "Ele pediu espontaneamente.
Neste mesmo dia, ele voltou a comer", conta.

Luciana explica que ao chegar em casa, o Matheus pediu que a mãe preparasse a comida mais gostosa. A mãe preparou uma refeição completa: arroz, feijão, bife e batata frita. "Eu me empolguei, deveria ter feito uma comida mais leve porque ele nunca tinha comido nada, só ingeria líquidos. Eu já fui e mandei essa bomba. Foi ele que escolheu, ele falou que queria comer a coisa mais gostosa que tinha. Aí ele lembrou do cheiro bom que sempre sentia e não podia comer, era o bife".

A mãe conta que guardou segredo do milagre, até que o filho começasse a ganhar peso. Ela conta que queria fazer uma surpresa para a médica e para o padre. Segundo Luciana, hoje em dia Matheus é um menino completamente saudável e pode comer de tudo.

A técnica de enfermagem se emociona com a história. "Foi um milagre muito grande, quase ressuscitou meu filho. Quando eu vi que o corpo dele [Carlo Acutis] estava incorrupto, foi uma emoção muito grande, eu sabia. É uma graça muito grande de Deus, não tem explicação. Olhando o corpo, parece que ele está vivo, ele está vivo no céu e está ouvindo a gente. Ele atendeu as nossas preces, um milagre estrondoso. Eu nunca vi no Brasil um caso como esse".

Com o milagre reconhecido pelo Vaticano, o corpo do jovem italiano foi levado no início deste mês à basílica superior de São Francisco, em Assis, na Itália, para a beatificação. A cerimônia está marcada para às 16h30 de 10 de outubro. O padre celebra a beatificação. "Nós ficamos muito felizes, trabalhamos muito para isso, agradecemos por esse milagre que aconteceu em Campo Grande", diz.

Na Capital, haverá uma missa às 9 horas do dia 10 de outubro na Paróquia São Sebastião. Segundo o padre, será uma missa simples, em agradecimento pela beatificação.

Quem foi Carlo Acutis
Carlo Acutis foi um jovem que fazia evangelização pela internet e faleceu com leucemia no dia 12 de outubro de 2006, aos 15 anos. Ele ficou conhecido como "padroeiro da internet", já que conseguiu unir a religião e sua paixão por computadores ao criar um site dedicado à catalogação cuidadosa de cada milagre já relatado e para evangelizar.

O padre explica que o adolescente ficou conhecido principalmente no Brasil. "Começamos a divulgá-lo por Campo Grande, enviamos material do Carlo Acutis para o Brasil inteiro. Começaram a chegar relatos de todo canto, pessoas pediam graças a ele. Foram me mandando essas graças, esses milagres", explica o padre Marcelo Tenório.
Em contato com a família de Carlo na Itália, o padre Marcelo trouxe uma relíquia dele para o Brasil, um pedaço do tecido de sua camisa e alguns fios de cabelo.

Corpo de Carlo Acutis, que será beatificado em 10 de outubro, fotografado durante cerimônia em Assis, na Itália. (Foto: reprodução/Vaticano News


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.