LUTO: Padre José não resiste ao coronavírus e falece na madrugada dessa sexta-feira - Front catolico

LUTO: Padre José não resiste ao coronavírus e falece na madrugada dessa sexta-feira



Nesta sexta-feira, 17 de abril,faleceu o Pe. José Bosmans (MSC), vítima do coronavírus.
Na Diocese de Palmas-Francisco Beltrão, Sudoeste do Paraná, o sacerdote teve importante participação em diversas paróquias e setores, principalmente em favor dos colonos na famosa revolta de 1957.
Ajudou na formação de cooperativas, sindicatos, clubes de mães. Uma de suas grandes obras foi a construção do centro social na Paróquia de Ampére.


Os mais antigos talvez lembrarão do Padre José Bosmans, já que entre 23 de outubro de 1955 a 10 de março de 1956 ajudou na Paróquia de Dionísio Cerqueira – Barracão e depois, começou na imensa paróquia de Nossa Senhora da Glória em Francisco Beltrão, onde visitava mais de 100 comunidades que se estendiam da cidade até o Rio Capanema e o Rio Iguaçu.
O Pe. José Bosmans nasceu no dia 08 de dezembro de 1927, dia da festa da Ascenção de Nossa Senhora, em Bree na Bélgica na sombra de um grande convento dos Missionários do Sagrado Coração, onde candidatos se preparavam para a vida religiosa e missionária. Sendo filho de uma família muito religiosa, sentiu logo a vocação para o sacerdócio, assim como uma irmã dele para a vida de freira. No dia 01 de setembro entrou na Escola Apostólica da Congregação em Asse, um tipo de Seminário Menor. Em 21 de setembro de 1948 emitiu os votos religiosos. Em seguida continuou os estudos de filosofia e teologia, sendo ordenado sacerdote em Louvaina no dia 06 de setembro 1953. O seu grande sonho era ser missionário no Brasil, a exemplo de outros confrades que o precederam a partir de 1948.
Ele conseguiu embarcar no dia 12 de maio de 1955, chegando ao porto de Santos no dia 08 de junho do mesmo ano.
Nos primeiros meses ele ajudou os confrades em diversos lugares no Rio Grande do Sul, como Santa Bárbara do Sul e Panambi. Mas logo houve a decisão de os padres se concentraram mais na então Prelazia de Palmas, atendendo assim também a um pedido do bispo, Dom Carlos Bandeira de Mello.
Leia na edição impressa do Jornal da Fronteira, que circulará na semana que vem, dia 23, uma matéria mais completa sobre a vida e o trabalho do Padre José Bosmans. Informações/foto: Diocese de Palmas e Francisco

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.