Padre com coronavírus deu eucarístia e apertou a mão de mais de 500 fiéis - Front catolico

Padre com coronavírus deu eucarístia e apertou a mão de mais de 500 fiéis



Um padre que apenas na semana passada deu a comunhão a mais de 500 fiéis e apertou a mão de muitos deles testou positivo para coronavírus em Washington, capital dos Estados Unidos.

O reverendo Timothy Cole, reitor da Igreja de Cristo em Georgetown, revelou que está com a covid-19 em um e-mail para seus paroquianos no último fim de semana.
O prefeito Muriel Bowser recomendou que qualquer pessoa que tenha visitado a igreja em 24 de fevereiro ou entre 28 de fevereiro e 3 de março deve se auto-colocar em quarentena por duas semanas, informou o site Georgetowner.
No e-mail compartilhado no domingo Cole escreveu: “Agora posso confirmar que sou o indivíduo [em Washington, DC] que deu positivo para o coronavírus”.
Diante da ocorrência, todos os serviços e reuniões da Igreja de Cristo foram suspensos até novo aviso em resposta ao caso da doença na comunidade.
Cole começou a ficar doente depois de uma conferência episcopal em Louisville, Kentucky, em 22 de fevereiro, afirmou o porta-voz da igreja, Rob Volmer.

Mas, como os sintomas pareciam se dissipar, o reverendo participou de eventos da igreja em Georgetown.
Ao todo, ele esteve em quatro cultos, compostos por aproximadamente 550 pessoas em 1º de março.
Cole testou positivo para o coronavírus no domingo, apenas três dias após ser diagnosticado com gripe e ter sido internado no Hospital Universitário de Georgetown. As informações são do The Sun

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.