LUTO:Morre o primeiro Bispo católico infectado com coronavírus - Front catolico

LUTO:Morre o primeiro Bispo católico infectado com coronavírus



Um bispo de origem italiana que realizava seu trabalho missionário na Etiópia é o primeiro prelado católico a falecer pela pandemia mundial de coronavírus. Morreu em 25 de março.

Dom Angelo Moreschi, de 67 anos, dirigia o Vicariato Apostólico de Gambella (Etiópia), uma região missionária de 25 mil católicos na parte ocidental do país. Faleceu na quarta-feira, na cidade italiana de Brescia, na região da Lombardia, que se tornou o epicentro europeu da pandemia de COVID-19.

Membro da ordem religiosa salesiana de Dom Bosco, Dom Moreschi foi missionário na Etiópia desde 1991 e foi ordenado bispo em janeiro de 2010.
"A comunidade salesiana em todo o mundo lamenta a morte do vigário apostólico de Gambella (Etiópia), Dom Angelo Moreschi, SDB, falecido na quarta-feira, 25 de março, em Brescia (Itália), devido à infecção de Covid-19", lamentaram os salesianos de Dom Bosco em um comunicado enviado através do escritório de informação da ordem. 
O secretário-geral da conferência dos bispos da Etiópia anunciou a notícia e enviou "profundas condolências ao clero, à família religiosa e desconsolada e aos fiéis leigos no Vicariato Apostólico de Gambella”.
Além disso, expressaram aos fiéis a “proximidade e orações dos membros da Conferência dos Bispos Católicos da Etiópia e de toda a Igreja Católica na Etiópia. Que sua alma descanse em paz".
Dom Moreschi foi reconhecido na Etiópia por seu ministério pastoral a serviço dos jovens e dos pobres. No dialeto local, recebeu o título de "Abba", que significa "Pai".

"Em sua missão, inicialmente como prefeito e depois como vigário apostólico, sempre encarnou a predileção salesiana em ajudar as crianças, acompanhando-as com um espírito prático e um forte zelo apostólico", disseram os salesianos de Dom Bosco.
"Em suas visitas aos povoados, ainda recordam quando o salesiano chegava com um veículo 4x4 maltratado, ou em uma lancha a motor nos povoados ao longo do Rio Baro, quando as estradas ficavam inundadas, e imediatamente começava a distribuir biscoitos multivitamínicos para as crianças desnutridas”, acrescentaram.
Os salesianos enfatizaram que o bispo Moreschi “deixa essa terra depois ter servido por 46 anos  como salesiano aos jovens, aos pobres e ao seu rebanho de almas: 38 como sacerdote e como bispo por mais de 10 anos".
Mais de 60 sacerdotes morreram na atual pandemia de coronavírus, que já matou mais de 21 mil pessoas em todo o mundo. Vários bispos contraíram o vírus em diversos países.
Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.