Padre de 83 anos é encontrado morto e com pés e mãos amarrados - Front catolico

Padre de 83 anos é encontrado morto e com pés e mãos amarrados



Cidade do Vaticano
Os Oblatos de Maria Imaculada na África do Sul (OMISA) ficaram abalados com a morte do padre Jozef (Jef) Hollanders, assassinado em um assalto na paróquia da cidade de Bodibe. “Seu corpo foi descoberto na tarde de segunda-feira por um paroquiano. A polícia está empenhada na investigação do assassinato."

“Estamos profundamente chocados pelo que aconteceu. Padre Jeff foi encontrado com as mãos e os pés amarrados e com uma corda no pescoço. Uma morte terrível para alguém que dedicou toda a sua vida à sua missão", declarou padre Daniël Coryn, superior provincial dos Missionários Oblatos de Maria (OMI) de Blanden, na Bélgica.
Não está excluído que o sacerdote tenha sido vítima de uma tentativa de assalto, mas segundo Dom Victor Phalana, bispo de Klerksdorp, em cuja jurisdição se localiza Bodibe, os assaltantes estavam mal informados: “Todos sabiam que ali não havia dinheiro. Ele servia a uma comunidade pobre. Usava cada centavo que possuía para seu povo. Ele deu tudo o que tinha."

Segundo o bispo, a comunidade eclesial foi duramente atingida. Padre Hollanders era "cheio de entusiasmo, vida e dedicação" e falava fluentemente afrikaans e tswana, uma língua bantu falada na África do Sul e no Botsuana. "Fazia parte da vida das pessoas."
Padre Hollanders nasceu na Bélgica em 4 de março de 1937. Emitiu seus primeiros votos como Oblato em 8 de setembro de 1958 e foi ordenado sacerdote em 26 de dezembro de 1963. Chegou à África do Sul em 31 de janeiro de 1965.
"Por 55 anos, ele foi um missionário dedicado e fiel na região de língua Tswana, agora Província do Noroeste da África do Sul", sublinha a declaração. "Aprazia-lhe criar novas comunidades cristãs, que se tornaram paróquias ou capelas naquela que se tornou a Diocese de Klerksdorp".
"Recordamos que Jesus foi morto pelas mãos de outras pessoas e imaginamos que também padre Jeff teria dito: "’Perdoai-lhes, porque não sabem o que fazem’", conclui a declaração da OMISA.
O funeral do padre Hollanders será realizado na quarta-feira, 22 de janeiro, às 10 horas, na Catedral de Klerksdorp.
(LM - Agência Fides)

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.