Marido abandona tudo para cuidar de mulher com doença grave e incurável - Front catolico

Marido abandona tudo para cuidar de mulher com doença grave e incurável



Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte nos separe. Das histórias de amor que vivenciamos, a do paranaense Edson Pereira Barbosa, de 41 anos, e da alagoana Elizangela Barbosa, de 34, talvez seja a mais tocante de todas já relatadas pela Banda B. O amor incondicional dos dois foi destaque no Jornal da Banda B desta sexta-feira (17), apresentado pelo radialista Geovane Barreiro. Foi impossível não se emocionar.

Elly, como é carinhosamente chamada por Edson, é portadora de uma doença chamada ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica). Isso debilitou a jovem mulher, que consegue apenas movimentar os olhos. O casal mora em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, mas o diagnóstico foi dado em Vilhena, Rondônia, quando Elly, mesmo ainda sem saber, já estava grávida do pequeno Lucas.

“Quando nós nos conhecemos, estávamos vindo de uma situação difícil, que era o fim de relacionamentos de longa data. Nós somos duas pessoas que se completam. Vivíamos um momento perfeito e me lembro que disse isso para ela uma semana antes do diagnóstico”, contou Edson, explicando que, na semana seguinte, Elly sentiu dores na panturrilha da perna esquerda. “A partir daí, fomos atrás de um neurologista que nos deu esse diagnóstico. Ele me orientou a ir imediatamente para um grande centro, o que me levou para Araucária, onde há mais condições para o tratamento”, explicou.
Neste momento de dificuldade, Edson tomou uma decisão. “Independente do que aconteça, vou me dedicar a ela. Se isso tudo é difícil para mim, imagine para a Elly. A ELA é uma das doenças mais cruéis que existem, porque paralisa todos os membros. Ela continua linda, mas hoje só mexe os olhos. Não conversa, não pode pegar o filho Lucas no colo e requer cuidado 24 horas por dia. Nós nos comunicamos por meio de uma tabela, mas nada disso mudou o nosso sentimento”, descreveu.
De onde vem a força
Apesar de toda a barra que passa, acordando às 6h para levar Lucas até a creche e cuidando de Elly o dia inteiro, Edson não reclama da vida por nem um minuto sequer. “Essa força, eu não tenho dúvidas de que ela vem de Deus. Cada manhã que acordo, a misericórdia de Deus vem para mim. A rotina diária me consome, tanto que de manhã estou forte e no fim do dia esgotado, mas no dia seguinte tenho forças novamente”, salientou.
Mobilização
O casal passa por inúmeras dificuldades financeiras devido aos gastos com o tratamento. Para arrecadar fundos, Edson criou uma página na rede social Facebook, que atualmente tem 18 mil curtidas. “Plano de saúde, fraldas, equipamentos eletrônicos, aluguel. As despesas são muito caras e eu não tenho uma renda fixa, precisei abrir mão disso. Eu dependo 100% da ajuda das pessoas e não é fácil”, contou Edson, que trabalhava como técnico em segurança do trabalho antes do diagnóstico.
Pelo Facebook, Edson faz vídeos emocionantes com Elly e o pequeno Lucas, dando um exemplo de amor incondicional. “Se eu demoro um pouco para postar, o pessoal me cobra. Nós interagimos, eu converso com ela pela tabela. Somos um casal normal. Eu cuido dela, faço a maquiagem, unhas e tudo o que ela precisa, porque ela sempre foi linda e continuará assim. Isso faz bem para nós dois”, disse.
Amor incondicional

É impossível olhar a história de Edson e Elly e não se perguntar: Como ele consegue? De onde vem tanto amor? “Não é fácil não, eu diria que é bem complicado. Ver ela sem se mexer e sem sorrir, como fazia antes, é algo que me deixa abalado. Eu gostava muito de olhar o sorriso dela. Mas com relação ao amor, é totalmente natural, não vejo de outra forma. Eu a amo e sempre vou amar. Com saúde ou sem saúde eu estou com ela”, falou o apaixonado.
Elly já tentou fazer um tratamento no Paraguai, mas em situação debilitada voltou a Araucária. Sempre ao lado do marido Edson e do pequeno Lucas. Se nós estávamos atrás de uma história de amor incondicional, talvez descobrimos ela hoje. Um amor que não pede nada em troca, um amor que vem do fundo da alma, um amor que supera as barreiras, um amor que toca, mesmo com o toque limitado. Simplesmente, um AMOR.
Para saber mais sobre esta história e descobrir como ajudar o casal, conheça a fanpage clicando aqui. O telefone para entrar em contato com Edson é o (41) 9692-2746

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.