Mais um absurdo:chega ao Brasil o nudismo evangélico - Front catolico

Mais um absurdo:chega ao Brasil o nudismo evangélico





A prática começou nos EUA e na Austrália e já chegou ao Brasil. “Jesus estava nu em momentos fundamentais da sua vida", defendem.



Parecem duas imagens inconciliáveis: crentes e pastor completamente nus durante o culto. A prática naturista nas igrejas evangélicas e uma realidade nos EUA e e está a invadir o Brasil.
Depois das praias e eventos organizados, o nudismo chegou à religião e aos cristão evangélicos Autointitulam-se de naturistas cristãos e organizam reuniões de leitura bíblica e oração onde estão completamente nus.
“Somos um grupo de cristãos de diferentes igrejas que descobriram na prática naturista uma forma de desenvolvimento pessoal, de comunhão mais profunda ou, em alguns casos, apenas uma saudável opção de lazer. Apesar do direcionamento predominantemente evangélico estamos abertos a cristãos de todas as correntes, já que não acreditamos na discriminação”, explicam os praticantes, de acordo com o “Gospel Mais”.



O brasileiro Estevão Prestes é um dos cristãos que aderiram ao movimento e revela que foi expulso de uma congregação da Igreja do Evangelho Quadrangular devido aos seus hábitos de orar nu: “Quando os meus hábitos foram descobertos, fui chamado pelos pastores a um conselho. Houve a leitura de acusação formal de comportamento imoral. Não escondo que sou naturista, mas também não ando com crachá. Os que sabem aceitam-me”. Atualmente, frequenta uma Igreja Presbiteriana.
A maioria dos apoiantes deste novo ramo da Igreja não considera que o ato de orar nu seja imoral ou vá contra os princípios de Deus. Muito pelo contrário. “Encantei-me com o respeito e a pureza. Ser naturista é estar em contacto pleno com o Senhor”, explica uma pastora.
“Assim como o cristianismo, o naturismo também não se restringe a grupos sociais específicos, sendo composto por pessoas das mais diferentes profissões, níveis de escolaridade, faixas etárias e classes sociais. Os naturistas aprendem a ver o outro além dos rótulos”, é a ideia defendida pelos praticantes deste ramo da igreja Evangélica e por Allen Parker, o seu criador norte-americano.
Parker criou a comunidade de Whitetail, em Southampton, EUA, nos anos 80 e, de acordo com o “Gospel Geral”, os seguidores têm vindo a aumentar cada vez mais, sendo uma das mais ativas comunidades da região.



Para aqueles que criticam esta opção religiosa e que até baseiam os seus argumentos em passagens da Bíblia, Allen Parker deixa a sua defesa. “Jesus estava nu em momentos fundamentais da sua vida. Quando ele nasceu estava nu, quando foi crucificado estava nu e quando ressuscitou, ele deixou as suas roupas sobre o túmulo e estava nu. Se Deus nos fez assim, como é que isso pode ser errado?


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.