Sinal dos tempos:Menina de 13 anos mata sobrinho, irmã grávida e arranca bebê - Front catolico

Sinal dos tempos:Menina de 13 anos mata sobrinho, irmã grávida e arranca bebê


A Polícia aprendeu na madrugada desta terça-feira (22) em uma residência na Madagascar, bairro Novo Horizonte em Porto Velho, um adolescente de 15 anos suspeito de estar envolvido no homicídio da mãe de Gustavo Henrique Santana Maciel de 7 anos encontrado morto, na tarde do último domingo (20), dentro de um lago formado no loteamento Tropical, na Estrada do Japonês, em Porto Velho.
Junto com o adolescente, a Polícia conseguiu resgatar o bebê da mulher encontrada nessa segunda-feira (21) em uma cova rasa próximo ao local onde estava a criança, o que levou a Polícia a descartar a hipótese de que Gustavo havia se afogado.

Ao ser detido, o adolescente alegou que quem matou o garoto de 7 anos e a mãe Fabiana Pires Santana, de 23 anos (foto), foi uma irmã dela, também menor de idade, com ajuda de outras cinco pessoas. Gustavo, presenciou o assassinato da mãe e foi jogado no lado depois dela ter sido morta.
Ele contou também que quando percebeu que iriam matar o recém-nascido, pegou a criança e saiu correndo para dentro do mato, e que iria se apresentar à Polícia com a criança.
Segundo a Polícia, a mãe do menor infrator teria planejado uma falsa gravidez e já teria arquitetado junto com a menor infratora que tem 13 anos, matar a vítima para pegar a criança.
Confissão
A Polícia fechou o cerco atrás da menor acusada de cometer os crimes, e ela também foi detida. Na Delegacia, a adolescente de 13 anos confessou ter matado a irmã com uma barra de ferro e facadas com a ajuda de outras pessoas e retirou o bebê da barriga de Fabiana com uma faca, e depois também assassinou o sobrinho e jogou no lago.
A alegação da adolescente foi de vingança, pois ela vinha sendo estuprada pelo marido de Fabiana, que por sua vez, não tomou nenhuma providência. Segundo parentes, Fabiana e o filho foram vistos pela última vez no sábado (19), depois que saíram de casa. Ela estava grávida de oito meses e teve o filho retirado da barriga.
De acordo com a Polícia, o adolescente de 15 anos na verdade, teria se apossado do bebê de Fabiana porque pretendia dar ele à mãe, que namora um garimpeiro, e estava simulando uma falsa gravidez e depois diria ao namorado que o filho era dele. Ele inclusive teria ajudado a menor de 13 anos e os demais envolvidos a tirar o bebê da barriga de Fabiana.
As mortes continuam sendo investigadas pela Delegacia de Homicídios da capital. O bebê encontrado com o adolescente foi levado para o Hospital de Base para atendimentos médicos, pois sofreu um parto feito de forma literalmente grosseira.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.