Mãe mata as duas filhas e vai procurar namorados em app - Front catolico

Mãe mata as duas filhas e vai procurar namorados em app


Louise Porton matou suas duas filhas Foto: Reprodução/Polícia de Birmingham
Em Birmingham, na Inglaterra, uma mulher de 23 anos foi condenada a 32 anos de prisão pela morte de suas duas filhas. O julgamento do caso durou cinco semanas.
A causa das mortes das crianças ainda não ficou definida pelos peritos. Porém, a autópsia revelou que algo interferiu na respiração das meninas.
Os investigadores recolheram várias evidências para acusar Louise Porton pelo crime. Uma das provas foi a ligação dela para a polícia, no dia em que pediu “socorro” para as filhas.
Peritos consideraram que a mulher estava calma e atrasou o pedido de ajuda. Além disso, enquanto as garotas estavam no hospital, Louise fez uso de aplicativos de relacionamento para procurar parceiros. Em apenas um dia depois da morte das filhas, ela aceitou 41 solicitações de amizade.
A acusação acredita que ela matou as garotinhas porque considerava que elas a atrapalhavam de ter relacionamentos e relações sexuais com parceiros. Segundo uma reportagem da BBC, a mulher também deu risadas durante o funeral.
A polícia também considerou as buscas online de Porton, sobre temas que poderiam estar associados com pesquisas sobre como matar as meninas. Em sua defesa, a mulher negou as acusações e afirmou que amava as filhas.
Lexi tinha 3 anos e Scarlett tinha pouco mais de 1 ano de idade. O pai delas, Chris Draper, se pronunciou durante o julgamento. Ele questionou como a ex-companheira pôde ter feito açgo tão terrível contra as crianças. A relação dele com Louise parecia conturbada, pois de acordo com o jornal Metro, o homem nem mesmo chegou a conhecer a filha mais nova
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.