Três moradores de rua morrem de Frio - Front catolico

Três moradores de rua morrem de Frio





Ao menos três moradores de rua de São Paulo (SP) morreram na madrugada de sexta-feira (5) para sábado. A capital paulista registra baixas temperaturas desde a madrugada de sexta-feira (5). A polícia encontrou mortos no Centro e nas zonas Oeste e Leste da cidade, com suspeita de hipotermia.


Os termômetros na capital paulista marcaram 7º C, quando os corpos foram encontrados. A Prefeitura de São Paulo afirma ter realizado mais de 6,5 mil acolhimentos desde 22 de maio nos centros de acolhida. A administração informou que a Operação Baixas Temperaturas segue até 20 de setembro.
A onda de frio deve continuar na capital paulista neste domingo (7), com mínima de 6ºC e máxima de 18º C.
Em 2016, a Secretaria Municipal da Assistência Social informou que a capital paulist atinha cerca de 16 mil moradores de rua, conforme censo elaborado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).


BH

Na capital mineira, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros não registraram nenhuma ocorrência envolvendo moradores de rua na madrugada deste domingo (7), considerado o dia mais frio do ano, quando os termômetros marcaram 5,7º C, às 7h.
Há cerca de um mês, o BHAZ noticiou que a Prefeitura de Belo Horizonte se preparava para acolher moradores de rua da capital, na temporada de inverno.
+ PBH prepara ações emergenciais para atender moradores de rua no frio


Com cerca de 4,5 mil pessoas vivendo nas ruas da capital mineira, entre as estratégias de contingência que a prefeitura adota para acolher essas pessoas é a ampliação de vagas temporárias em unidades de acolhimento.
A cidade tem hoje 14 centros, com 1.054 vagas, que funcionam como abrigos para famílias, públicos feminino e masculino adultos e adolescentes que cumprem medidas socioeducativas.
O acolhimento provisório é voltado para pessoas em situação de rua e desabrigo por abandono, migração e ausência de residência ou pessoas em trânsito e sem condições de autossustento. Nos locais, as pessoas têm espaço para pernoitar, guardar seus pertences, fazer a higiene pessoal e se alimentar. A PBH providencia também, para quem precisa, a documentação civil.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.