"Sofro transtorno bipolar",alega mulher que empurrou padre Marcelo Rossi - Front catolico

"Sofro transtorno bipolar",alega mulher que empurrou padre Marcelo Rossi


A mulher que empurrou o padre Marcelo Rossi durante uma missa que aconteceu hoje na sede da comunidade católica Canção Nova em Cachoeira Paulistademonstrou confusão mental ao prestar depoimento hoje na 2ªDP de Lorena, em São Paulo.
De acordo com a Delegacia Seccional policial de Guaratinguetá, que não divulgou o nome da autora, V.H.F.S, de 32 anos, é natural do Rio de Janeiro e foi à Canção Nova com uma excursão.
Ela alega sofrer transtorno bipolar e afirmou que está em tratamento psiquiátrico. O caso foi registrado como lesão corporal.
O padre optou por não registrar a queixa, mas a emissora católica fez a ocorrência contra a mulher.
De acordo com a assessoria de Marcelo Rossi, ele está bem, esperando resultado de uma avaliação médica.
"A Canção Nova lamenta o incidente ocorrido com o padre Marcelo Rossi(...). O sacerdote passa bem. Ele foi atendido pela equipe médica do evento e presidiu a celebração até o fim", diz e-mail enviado pela assessoria da TV ao UOL.
A transmissão completa chegou a ser disponibilizada no YouTube, mas foi retirada do ar. As câmeras focam a plateia de fiéis e, depois de alguns minutos, volta ao palco, já com o retorno do padre. "Vocês viram como o demônio me odeia? Isso deixa o inimigo furioso", disse ele, registrado no vídeo no fim da matéria.
Segundo o site da Canção Nova, este evento fazia parte do Acampamento PHN, uma reunião de férias para jovens católicos com shows, palestras e missas.

- Veja mais em https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2019/07/14/mulher-que-empurrou-padre-marcelo-rossi-alega-ter-transtorno-bipolar.htm?cmpid=copiaecola
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.