Padre sai em defesa de jurado do masterchef que ofendeu católicos - Front catolico

Padre sai em defesa de jurado do masterchef que ofendeu católicos




Henrique Fogaça, jurado do MasterChef que se envolveu em uma polêmica após postar uma foto ao lado de duas freiras no Vaticano, recebeu o apoio do padre Juarez de Castro nesta quarta-feira, 4, e agradeceu em suas redes sociais.

"Muito obrigado pelas suas palavras e compreensão, padre Juarez. Deus te abençoe", postou Fogaça em seu Twitter, publicando também o vídeo publicado pelo sacerdote, ressaltando sua "sinceridade e coerência".


Nele, Juarez de Castro afirma que está sendo feita uma "tempestade em copo d'água" sobre a situação do cozinheiro: "Tudo bem, fez um gesto de mal gosto? Fez. Ele já se desculpou. Já disse que não era a intenção. Agora [há] uma sanha odiosa dos 'cristãos' contra ele.
"Pera aí, o que é isso? Será que os cristãos não vão ter misericórdia com ele? Vai ser queimado no tribunal? Tem que ir pra fogueira?", questionou.


O padre ainda falou sobre as críticas que Fogaça vem recebendo, inclusive com alguns pedidos de que ele deixe a Bandeirantes, onde trabalha. Na última quarta-feira, a emissora emitiu um comunicado afirmando que "irá analisar o caso, com profundidade, depois de ouvi-lo [Fogaça]".


"Tô vendo gente dizer: 'A Band tem que mandar ele embora!'. Que absurdo! Que maluquice é essa? As pessoas agora, em nome dessa coisa do politicamente correto, mandam as pessoas pra fogueira. Que inquisição é essa que estão fazendo com o rapaz?", prosseguiu Juarez.
Por fim, o padre concluiu: "Um episódio desse vai tirar todo o talento do rapaz? Tirar todas as coisas que ele faz? O que é isso? Um homem que tem um monte de qualidade... Porque usou uma camiseta? Parem também esses falsos cristãos que ficam dando lição de moral. Tô cansado disso!"
Confira abaixo o vídeo publicado pelo padre Juarez de Castro e o agradecimento de Henrique Fogaça:







Entenda a polêmica envolvendo Henrique Fogaça

Na última sexta-feira, 28, Fogaça postou uma foto em que aparecia ao lado de duas freiras, utilizando uma camisa estampada com duas mulheres vestidas como freiras se beijando. Posteriormente, a publicação foi deletada.
"Gostaria de me retratar a vocês sobre a foto que pus no Instagram e pedir desculpa a toda a igreja católica, aos cristãos. Para quem não sabe, eu fui batizado na igreja católica, [assim como] toda a minha família", afirmou Fogaça em vídeo publicado dias depois, na segunda-feira, 1º.



Na sequência, Fogaça explicou o contexto em que a imagem foi feita: "Essa foto gerou uma polêmica muito forte. Quando saí do Vaticano e tava na rua, as duas freiras, que eram brasileiras, me reconheceram e vieram, muito simpáticas. Nós tiramos as fotos e acabei postando. Foi uma infelicidade minha."
O cozinheiro ressaltou que não teve intenção de ofender e que "somente Deus pode julgar" suas atitudes: "Sou uma pessoa honesta, tenho família, tenho restaurantes, faço programa, tenho uma filha especial que me ensina muito, participo de muitos projetos sociais."



"Fui, sim, infeliz em expor meus pensamentos. Acredito que cada um tenha suas convicções. Como ser humano, eu erro. O meu pedido de desculpas é sincero a todos os que se sentiram ofendidos e vem do fundo do meu coração. Perdoar não é concordar com meus atos. Perdoar é um ato de amor. Quem perdoa, cresce. Quem é perdoado, renova-se", continuou.
Na última quarta-feira, 3, a Band divulgou um comunicado em que informa ter tomado conhecimento das recentes "declarações proferidas pelo chef nas redes sociais", e que elas "não expressam, de forma alguma, a posição da Band, que se pauta no respeito às crenças e sem preconceito em relação aos credos".
"Ainda que referidas manifestações tenham ocorrido fora da programação e no âmbito da vida pessoal do chef Henrique Fogaça, a Band irá analisar o caso, com profundidade, depois de ouvi-lo", encerra a nota.



Críticas do Padre Fábio de Melo a Henrique Fogaça

No último domingo, 30, a atitude de Fogaça rendeu críticas do padre Fábio de Melo por meio de suas redes sociais.
"Usar a imagem de duas pessoas que lhe dedicaram gentileza, expondo-as ao ridículo, colocando-as como coadjuvantes de seu protesto, está longe de ser uma atitude de 'pessoa do bem'", escreveu Fábio de Melo em seu Twitter, antes do pedido de desculpas do chef.



0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.