Por que ex-católicos rejeitam Maria? - Front catolico

Por que ex-católicos rejeitam Maria?


“Por que alguns evangélicos, depois que abandonam a religião católica, deixam de amar e respeitar Maria?”, pergunta o Rogério Pinheiro, do bairro da Vila Diva.
Não faz muito tempo que eu respondi a esta pergunta, Rogério. Uma primeira explicação talvez seja o acento correto sobre Jesus, o único mediador entre Deus e nós. Eu digo que nós concordamos com eles em muitos aspectos. Apenas alguns dentre eles não amam Maria. A grande maioria entende o papel de Maria na história da salvação. Seria negar a Bíblia não entender que os profetas deram como sinal da chegada da salvação uma virgem que conceberia um filho. Seria negar a Bíblia, negar que o anjo anunciou a Maria que ela seria mãe de um filho que se chamaria Emanuel, Deus conosco.
O nosso carinho de católicos por Maria vem do mergulho que milhares de homens e mulheres fizeram na Bíblia. Eles descobriram que o Senhor estava com aquela menina, que ela concebeu do Espírito Santo, que era a Mãe do Senhor, como confessou Isabel. E o nosso carinho por Maria vem da certeza de que o Filho de Deus quis ser Filho do homem e escolheu Maria para ser sua Mãe.
Lutero, o cônego de Santo Agostinho que brigou com a Igreja e iniciou a reforma protestante, tinha um carinho imenso por Maria.
Portanto, Rogério, em vez de ficarmos correndo atrás de explicações para a falta de carinho dos evangélicos por Maria, aprofundemos nós as razões de nosso carinho por Maria, a sempre Virgem, a concebida sem pecado, a Mãe de Deus e nossa, a Mulher assunta ao céu, a Filha Predileta do Pai, a Mãe do Filho e a Esposa do Espírito Santo. Fique com Deus, caro irmão.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.