OAB defende advogadas que deram golpe em Padre Marcelo Rossi - Front catolico

OAB defende advogadas que deram golpe em Padre Marcelo Rossi



Profissionais auxiliaram Izaura Garcia de Carvalho Mendes, presa por estelionato

Padre Marcelo Rossi Foto: Reprodução
As advogadas Carolina Araújo Braga Miraglia de Andrade e Mariana Farias Sauwen de Almeida estiveram na OAB do Rio de Janeiro nesta terça-feira (14). As duas foram detidas no último dia 9, em pleno exercício profissional, quando atuavam no caso da escritora que acusou o Padre Marcelo Rossi de plágio no livro Ágape.

As investigações policiais apontaram que Izaura Garcia de Carvalho Mendes deu um golpe no Padre Marcelo com o auxílio das duas advogadas. A mulher continua presa por suspeita de praticar estelionato.

Carolina e Mariana foram liberadas no último sábado. As duas foram até a OAB para preparar estratégias de defesa. O órgão acredita que elas sofreram abuso de autoridade por parte do delegado responsável pelo caso.

O livro Ágape vendeu 10 milhões de exemplares entre o ano de seu lançamento, em 2010, até abril de 2019, quando foi retirado de circulação por uma decisão judicial movida por Izaura. Em 2013, ela chegou a fazer um acordo com a Editora Globo, responsável por editar o livro de Padre Marcelo. A mulher ganhou R$ 25 mil na primeira ação. No último mês de abril, Izaura fez um novo pedido de indenização. Desta vez, no valor de R$ 51,6 milhões.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.