Padre nega comunhão a mulher que chegou atrasada na missa e causa revolta - Front catolico

Padre nega comunhão a mulher que chegou atrasada na missa e causa revolta







Uma mulher teve a comunhão negada pelo reitor da Basílica Santuário Santo Antônio de Pádua, em Americana, durante a missa desta quinta-feira  em função de ter chegado atrasada na missa.

Indignada, Ana Paula De Oliveira Veronesi Oton, postou em seu perfil do Facebook que pediu para entrar um pouco mais tarde na empresa onde trabalha para que pudesse comparecer à missa “para agradecer por mais um ano de vida, rezar pela semana santa que se inicia”, mas chegou às 7h06, com a celebração já em andamento.



De acordo com a fiel, ela acompanhou a missa normalmente, mas foi surpreendida negativamente na hora da comunhão. “Quando chegou na hora da comunhão, me levantei, entrei na fila, estiquei a mão para o padre Leandro e ele simplesmente no meio de todo mundo, com meus braços esticados a receber o corpo de Cristo olha pra mim e diz: Você chegou atrasada, não acho viável te dar a comunhão e simplesmente não me deu”, contou.



Ainda revoltada, ela questionou a atitude do padre e afirmou que voltou para o seu ‘lugar’ na igreja chorando. “Oi????? Quem ele acha que ele é? SERÁ QUE NA HORA DA OFERTA $$$, ele ia dizer, vc chegou um pouco atrasada NÃO precisa nos ajudar???? Muitos ficaram indignados com a atitude, voltei chorando para o meu lugar, acabei de assistir à missa e vim embora indignada”.

Questionado sobre o assunto, o reitor da Basílica, padre Leandro Ricardo, negou o fato por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa. “Em nenhum momento foi negado o Sacramento da Comunhão a fiel. A Basílica é uma comunidade com 118 anos de história e que segue estritamente as normas litúrgicas e canônicas. É imprescindível ressaltar e destacar este fato para que não caiamos em interpretações equivocadas ou em julgamentos errados. Pelo contrário, a Basílica busca a cada dia oferecer mais horários e oportunidades para os fiéis viverem de maneira particular e consciente a sua fé”.



“Neste ano, por exemplo, os horários de missas e atendimentos foram ampliados. Hoje são 18 horários de missas semanais, todos abertos a acolher aos fiéis de todos os lugares. Pastoralmente a Igreja recomenda apenas pontualidade aos fiéis, para que cada pessoa possa viver intensamente todos momentos da Santa Missa, como apresentado pelo documento sobre a liturgia do Concilio Vaticano II:



“A Igreja deseja ardentemente que todos os fiéis participem das celebrações de maneira consciente e ativa, de acordo com as exigências  da própria liturgia e por direito e dever do povo cristão, em virtude do batismo, como “raça eleita, sacerdócio régio, nação santa e povo adquirido” (1Pd 2,9; cf. 2, 4-5).

Deste modo, a Basílica segue sempre com o seu objetivo principal de ser porta sempre aberta para o contato dos fiéis com os ensinamentos de Cristo e os Sacramentos da Igreja”, conclui a nota.



NOTA: O caso aconteceu em 2018,a mulher pediu indenização que foi negada pela justiça,e padre Leandro foi afastado devido a outros problemas



0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.