Obra de Maria promove show beneficente com Padre Fábio de Melo em prol de Moçambique - Front catolico

Obra de Maria promove show beneficente com Padre Fábio de Melo em prol de Moçambique




Ciclone Idai passou entre os dias 14 e 15 de março e deixou sudoeste da África devastado, tendo Moçambique como principal país afetado - Foto: Obra de Maria/Divulgação
Ciclone Idai passou entre os dias 14 e 15 de março e deixou sudoeste da África devastado, tendo Moçambique como principal país afetado - Foto: Obra de Maria/Divulgação
Depois da passagem do ciclone Idai, que devastou parte do sudeste da África entre os dias 14 e 15 de março, com Moçambique como principal afetado, as áreas mais assoladas pela tragédia começam a árdua fase de reconstrução. Para ajudar nesta difícil missão, a Comunidade Católica sediada no Recife, Obra de Maria, montou uma operação nacional que busca arrecadar fundos e doações. Como parte da força-tarefa do bem, o Padre Fábio de Melo participa, no próximo dia 30, no Recife, de um jantar beneficente para ajudar as vítimas de Dombe, pequeno vilarejo do centro de Moçambique.


 
Moradora de Dombe há cerca de nove anos, a pernambucana missionária da Obra de Maria, Maísa Araújo, afirma que o processo de reconstrução está apenas no início. "Agora que o nível das águas já baixou e parte do acesso às estradas foram liberados, as coisas estão ficando um pouco melhores, mas ainda há muito o que fazer. A princípio, o nosso trabalho era realmente o de resgatar essas pessoas, tirá-las das águas e acolhê-las. Levá-las para um lugar seguro, aquecer e alimentar. Então, de início, fomos dividindo tudo o nós tínhamos. Muitas pessoas perderam a vida e muitas ainda estão machucadas, desabrigadas e doentes", afirmou.


Dinheiro arrecadado servirá para compra de donativos como alimentos, cobertores, roupas e remédios - Foto: Obra de Maria/Divulgação
Dinheiro arrecadado servirá para compra de donativos como alimentos, cobertores, roupas e remédios - Foto: Obra de Maria/Divulgação
Os números da tragédia impressionam. Até o momento, dados divulgados pelas autoridades africanas apontam mais de 800 mortes, com Moçambique como principal afetado, com 598 vítimas fatais. Somados os 181 mortos que Idai deixou no Zimbábue e os 59 no Malawi (de acordo com dados da ONU), o balanço total de vítimas mortais após a passagem deste ciclone tropical pelo sudeste da África chega a 833, segundo dados oficiais divulgados na última terça-feira (2). 

"Estamos tentando ajudar todas na medida do possível. Além de nós, quatro entidades atuam aqui em Dombe: a Fazenda da Esperança, as Pequenas Missionárias e os Padres Missionários de África. Todos estão empenhados para ajudar. Então, todo donativo e arrecadação de valores que estamos recebendo do Brasil, estamos usando para comprar alimentos, cobertores, roupas e remédios para levar até essas populações", complementou a missionária.

Autoridades estimam que a tragédia afetou a vida de mais de 2,6 milhões de pessoas, as deixando sem água potável, moradias, saneamento e outros serviços básicos. Há centenas de desaparecidos. O ciclone Idai também destruiu estradas, pontes e serviços de comunicação, deixando diversas áreas completamente isoladas e dificultando bastante os trabalhos de procura e resgate, bem como de fornecimento de ajuda humanitária. 
No país africano, a Obra de Maria atua em dois internatos, um hospital, uma escola e uma creche, além de duas Fazendas da Esperança - Foto: Obra de Maria/Divulgação
No país africano, a Obra de Maria atua em dois internatos, um hospital, uma escola e uma creche, além de duas Fazendas da Esperança - Foto: Obra de Maria/Divulgação


O município de Dombe possui 58 mil habitantes, segundo o censo divulgado em 2014 pelo governo de Moçambique, e fica a 963 quilômetros da capital moçambicana, Maputo. No país africano, a Obra de Maria atua em dois internatos, um hospital, uma escola e uma creche, além de duas Fazendas da Esperança, locais em que acontecem atividades educacionais e religiosas voltadas à população em situação de vulnerabilidade social.

O presidente e fundador da Obra de Maria, Gilberto Barbosa, afirma estar empolgado com o rumo da campanha, mas deixa um pedido. "Ajudar o próximo é expressar o amor de Deus. Essas ações são muito importantes e nós estamos contentes com a repercussão da campanha. Felizmente, o mundo ainda está repleto de pessoas boas, que estão nos ajudando a auxiliar quem mais precisa, principalmente neste momento tão difícil. Mas ainda há um longo caminho pela frente. São mais de duas milhões de vidas afetadas, vários desabrigados e estamos tentando fazer o possível para ajudar. Tenho certeza que unindo a fé e o bom coração de todos, iremos conseguir", ressaltou.

Jantar beneficente
Integrando às ações para arrecadar fundos para as vítimas de Dombe, a Obra de Maria realizará, no próximo dia 30 de abril, um jantar beneficente com a presença Padre Fábio de Melo, no Spettus de Boa Viagem. No local, os participantes receberão edições do novo livro do sacerdote, Por onde for o teu passo, que lá esteja o teu coração, além de prestigiarem um pocket show do padre. O valor da entrada para o evento é de R$ 350. Todo o dinheiro arrecadado será destinado às ações da comunidade no país africano.

Como ajudar?


Os interessados em ajudar podem entregar doações até 10 de abril no Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (Neab) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O núcleo funciona no Centro de Educação, no campus da UFPE no Recife. As doações podem ser de alimentos não perecíveis (enlatados e empacotados), além de produtos de higiene pessoal, vestuário, calçados e bens de abrigo, como tendas, cobertores/lençóis, colchões e sacos de dormir.  Para os que quiserem ajudar financeiramente, depósitos em qualquer valor podem ser feitos nas contas das entidades que estão atuando em Moçambique:

Associação Comunidade Obra de Maria
Banco do Brasil
agência 3613-7
conta-corrente - 6396-7
CNPJ - 00.303.435/0001-05.

Pequenas Missionárias de Maria Imaculada
Banco do Brasil
Agência 3358-8
Conta corrente - 6650-8
CNPJ - 24.471.554/0001-35

Fazenda da Esperança
Bradesco
Agência - 0415-4
Conta corrente - 96696-7

Banco Itaú
Agência - 7983
Conta corrente - 10365-1
Família da Esperança
CNPJ 013.098.590/0001-89




0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.