O ano de 2019 já é um dos mais sangrentos para os católicos - Front catolico

O ano de 2019 já é um dos mais sangrentos para os católicos



O ano de 2019 já é um dos mais sangrentos para os católicos.jpg
O ano de 2019 já é um dos mais sangrentos para os católicos. Prova disso são os brutais atentados ocorridos contra igrejas católicas no Sri Lanka, no último Domingo de Páscoa.
A autoria dos atentados mencionados foi reivindicada pelo Estado Islâmico, como resposta ao massacre ocorrido no mês de março em Christchurch (Nova Zelândia), no qual um homem matou 49 pessoas em duas mesquitas.


Além da triste tragédia ocorrida no Sri Lanka, neste ano de 2019 ocorreram outros inúmeros ataques contra católicos, dos quais destacamos os seguintes.

No ano novo, as milícias islâmicas Séléka atacaram uma missão católica na Diocese de Bangassou, na República Centro-Africana, deixando dezenas de mortos.
No final de janeiro, outro atentado islâmico, desta vez contra a Catedral de Jolo, localizada no sul das Filipinas, deixou 20 mortos e cerca de 90 feridos.


Em março, aldeias cristãs no estado nigeriano de Kaduna foram atacadas por membros de tribos nômades dos Fulani, deixando um saldo de mais de 130 mortos.
Ainda em março, uma escola católica do estado federal indiano de Tamil Nadu foi atacada por nacionalistas hindus extremistas, que promoveram uma verdadeira caçada contra as religiosas que trabalham no local.
O Oriente Médio e a Nigéria sofrem ainda com a ameaça do Estado Islâmico e dos terroristas do Boko Haram, respectivamente.
Também se deve ter em vista países da América Latina, tais como a Nicarágua e a Venezuela, que por conta de turbulências políticas, frequentemente ocorrem agressões contra Bispos e sacerdotes. (EPC)

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.