Duas lésbicas que criam um menino no Reino Unido anunciaram que ajudarão o filho de apenas cinco anos de idade a se transformar em uma garota nos próximos anos. O caso contextualizado na ideologia de gênero, ganhou repercussão na mídia internacional.
Greg Rogers, uma mulher que se identifica como um homem, e sua companheira Jody, tem um filho de 5 anos, Jayden, que detesta tudo sobre ser um menino. Rogers afirmou que seu filho precisava de uma cirurgia para corrigir sua audição, mas quando começou a falar, ele disse aos pais que odiava usar roupas de meninos.


“No início, pensamos que provavelmente era apenas uma fase, mas tem sido consistente desde então. Ela é inflexível, ela é uma menina”, afirmou Rogers, de acordo com informações do portal Christian Headlines. “Nós tivemos pessoas dizendo que estamos usando Jayden para atenção e que ela só quer ser uma garota porque eu mudei de sexo. É ridículo. Jayden não sabe nada sobre o meu passado. Ela só me conhece como pai”, argumentou Rogers.
“Ela não tem idéia de que eu sou transexual. Tendo passado por isso eu mesmo, eu tenho emoções conflitantes sobre ela decidir que ela não quer mais ser um menino. Não é uma vida fácil. As pessoas sempre vão julgar você e eu não acho que há uma única pessoa transexual no planeta que iria empurrar isso em uma criança”, acrescentou.


A repercussão do caso na vizinhança levou algumas pessoas, preocupadas sobre a possível influência sobre a criança, a chamarem os serviços sociais na Grã-Bretanha, alegando que Jayden estava sendo abusado, mas as autoridades não relataram preocupações.
Jayden agora está inscrito para aconselhamento no Serviço de Gênero dos Jovens, um grupo que trabalha com jovens que não têm certeza sobre seu sexo, uma vez que com apenas cinco anos de idade é considerado muito jovem para o tratamento de mudança hormonal sexual.