Cantora gospel é condenada a 21 anos de prisão por matar o marido - Front catolico

Cantora gospel é condenada a 21 anos de prisão por matar o marido






A cantora gospel Tania Levy foi condenada a 21 anos e 7 meses de prisão, em regime inicial fechado, pelo crimes de homicídio qualificado, cometido contra seu ex-marido, o guarda municipal Eliel Silveira Levy, destruição de cadáver e fraude processual.



Segundo consta nos autos, a ré e um indivíduo não identificado teriam matado Eliel na madrugada do dia 16 de setembro de 2013, em São Pedro (SP). O crime foi descoberto quando um veículo carbonizado, com ossos humanos em seu porta-malas, foi posteriormente encontrado em uma estrada. Ela teria matado o marido após descobrir um caso extraconjugal.
Segundo o juiz Luciano Francisco Bombardieri, que presidiu o julgamento, na semana passada, “os autores do ilícito planejaram pormenorizadamente a execução dos fatos antijurídicos, merecendo, também por conta desse quadro, maior reprovabilidade a ação perpetrada por eles, pois demonstrada alguma sofisticação”.


Cabe recurso da decisão. Tania Levy poderá apelar em liberdade. A cantora alega inocência, diz que no momento do crime estava na casa do pai, em Sarapuí (SP). Ela afirma ainda que sabia da relação extraconjugal do marido, mas o havia perdoado.
Veja um vídeo de Tania Levy cantando:
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.