Moçambique: “Ciclone pode ter feito mais de 1.000 mortos no país” - Front catolico

Moçambique: “Ciclone pode ter feito mais de 1.000 mortos no país”



 

Além disso, mais de 100 mil pessoas correm perigo de vida

Após sobrevoar regiões devastadas pelo ciclone Idai, o presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, falou à nação a respeito do número de mortos causados pelo desastre:
“Tudo indica que poderemos registar mais de mil óbitos”.
Além disso, mais de 100 mil pessoas correm perigo de vida.
Para fornecer assistência humanitária, o governo mobilizou aviões e um navio cargueiro e pediu ajuda internacional.


A Índia enviou três navios para a cidade portuária da Beira, com alimentos, roupa e medicamentos. Estão a bordo três médicos e cinco enfermeiros para prestar assistência médica imediata.
Dentro do país, o empresariado local lançou nesta terça-feira, através da Confederação das Associações Econômicas de Moçambique (CTA), uma campanha de angariação de donativos para apoiar as milhares de famílias atingidas. Ao agradecer as ajudas de dentro e fora do país, o presidente Nyusi recordou que Moçambique também ajuda os outros países quando enfrentam situações difíceis.
________
Com informações do Vatican News

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.