Lula aproveita velório do neto para dizer que vai pro céu com diploma de inocência - Front catolico

Lula aproveita velório do neto para dizer que vai pro céu com diploma de inocência





O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se despediu neste sábado do neto Arthur, que faleceu na véspera em decorrência de uma meningite, e disse em fala privada no velório que, "quando o encontrar no céu, irá levar o diploma de sua inocência".
-- "?Arthur, vou provar a minha inocência e quando eu for para o céu, vou levar meu diploma de inocente?, disse Lula 


Segundo a assessoria de imprensa do ex-presidente, Lula afirmou que provará sua inocência depois do bullying sofrido pelo neto na escola pelo fato de ter o avô preso.
Segundo relatos, Lula chorou muito durante a cerimônia, da qual participaram dois pastores metodistas e um padre católico, e consolou o filho Sandro Luis Lula da Silva e a nora Marlene Araújo. O ex-presidente ficou mais de 30 minutos recebendo cumprimentos de mais de 100 pessoas.
Ao deixar o cemitério, Lula subiu no carro da PF e acenou para seus apoiadores. Na hora que ele desceu, o delegado da PF disse: ?O senhor sabe que não devia ter feito isso.?
?O senhor sabe que eu devia?, respondeu Lula.


O petista saiu de Curitiba, onde está preso na Operação Lava Jato, no começo da manhã para comparecer à cerimônia do neto, que morreu na sexta-feira, 1, vítima de meningite meningocócica. Lula chegou ao velório por volta das 11h e permaneceu no local até as 13h. Lula desembarcou de volta em Curitiba por volta das 15h30.

Durante o tempo em que esteve no cemitério, o ex-presidente recebeu a ligação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. O telefonema foi passado pelo ex-secretário da Presidência Gilberto Carvalho. Entre as dezenas coroas de flores enviadas à família de Lula, havia uma em nome do presidente venezuelano Nicolás Maduro.
Apoiadores do ex-presidente o esperaram na frente do cemitério Parque da Colina. Eles rezaram um Pai Nosso e homenagearam o neto de Lula com gritos de ?Arthur presente agora e para sempre?. Na saída, os apoiadores aplaudiram novamente o ex-presidente e gritaram ?Lula, Lula, olê, olê, olá? e ?Polícia Federal, vergonha nacional?.


O ex-presidente foi autorizado pela Justiça Federal do Paraná a participar do velório, com a Polícia Federal ficando encarregada de organizar a logística de seu deslocamento a partir de Curitiba, no Paraná, onde cumpre pena por condenação em 2ª instância por corrupção e lavagem de dinheiro, no processo do tríplex do Guarujá (SP).
Em fevereiro, Lula também foi condenado em 1ª instância no processo sobre o sítio de Atibaia (SP).
O ex-presidente deixou o cemitério pouco antes das 13h, escoltado por vários policiais. Depois de pegar um helicóptero de volta ao aeroporto de Congonhas, na capital paulista, Lula embarcou em avião para Curitiba.
No Twitter, a presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann, agradeceu as mensagens ao presidente e publicou uma foto da coroa de flores enviada por Lula ao neto.
"Que dor ouvir Lula nesta despedida. A convivência rompida por uma prisão injusta agora é eternizada pela morte prematura. É cruel", escreveu.


Arthur foi internado na manhã de sexta-feira em um hospital em Santo André e faleceu próximo ao meio-dia. Lula foi informado da morte do neto no meio da tarde por um dos advogados, que conseguiu autorização da PF para entrar na unidade, que está fechada até a quarta-feira à tarde em função do Carnaval. Em seguida, Lula pôde falar com o filho Sandro Luís, pai de Arthur, por telefone.
Desde que o ex-presidente foi preso, em abril do ano passado, Arthur foi pelo menos duas vezes visitar o avô

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.