Frade Franciscano é eleito melhor professor do mundo e fica com 'Nobel da Educação - Front catolico

Frade Franciscano é eleito melhor professor do mundo e fica com 'Nobel da Educação





O frade franciscano Peter Tabichi, professor de ciências e matemática ganhou este domingo ‘Global Teacher Prize’ pelo trabalho no Quénia, e vai receber um milhão de dólares.
“Todos os dias em África viramos uma nova página e um novo capítulo. Hoje é mais um dia. Este prémio não me reconhece, mas reconhece os jovens do grande continente”, disse o religioso queniano, quem tem 95% de alunos pobres.
Frei Tabichi tem 36 anos e leciona no ‘Keriko Mixed Day’, em Pwani Village, numa parte remota e semiárida do Vale do Rift, no Quénia; o franciscano doa 80% do seu salário mensal, cerca de 400 dólares, para ajudar as crianças.


“Só estou aqui por causa do que os meus alunos conseguiram. Este prémio dá-lhes uma oportunidade, diz ao mundo que eles podem fazer qualquer coisa”, acrescentou, na cerimónia realizada no Dubai.
95% dos alunos de Peter Tabichi vivem em situação de pobreza e 30% são órfãos ou famílias monoparentais, lê-se na informação divulgada pela organização do ‘Global Teacher Prize’.
O professor ajuda os estudantes a desenhar projetos de pesquisa e 60% dos seus alunos qualificaram-se para a Feira de Ciências e Engenharia no Quénia, em 2018, a escola teve um “grande sucesso”, como resultado da introdução de um ‘Talent Nurturing Club’ e da expansão do Clube de Ciências.


No cargo desde 2015, as matrículas multiplicaram e passou de 200 para 480.
Frei Peter Tabichi destacou a história de Esther que, apesar das dificuldades, ganhou o primeiro lugar na Feira de Ciências e Engenharia do Quénia; a estudante criou um dispositivo que permite que pessoas cegas e surdas possam medir objetos e agora vai representar o Quénia numa competição internacional, nos Estados Unidos da América.
“Uniu os muitos estudantes, provenientes de diferentes origens religiosas, introduzindo um programa comum de oração e adoração em assembleia, liderado por alunos de diferentes religiões”, divulga ainda a Fundação Varkey.


A Fundação Varkey, que promove o Global Teacher Prize, escreveu na sua página na rede social Facebook sobre o vencedor: “Estamos tão orgulhosos de todo o trabalho árduo que o Peter faz para mudar a sua comunidade para melhor”.
A cerimónia realizou-se no Dubai, no Fórum Global sobre educação, com apresentação do ator australiano Hugh Jackman.
O professor Peter Tabichi e quatro colegas dão aulas particulares fora do horário escolar, para crianças com mais dificuldades, e visita as casas para conhecer a realidade de cada aluno.
CB/OC
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.