Papa Francisco: “Viver acusando os outros não é cristão” - Front catolico

Papa Francisco: “Viver acusando os outros não é cristão”






Papa Francisco:
Foto: Vatican Media
Durante a Missa celebrada nesta segunda-feira, 21 de janeiro, na Casa Santa Marta, o Papa Francisco afirmou que “viver acusando os outros, procurando os defeitos de outras pessoas, não é cristão”, não é “o estilo cristão”.
Em sua homilia, o Santo Padre contrastou o estilo cristão com o estilo “não cristão”, que definiu como “estilo acusatório”, “estilo mundano” e “estilo egoísta”.
“O estilo acusatório é o estilo daqueles fiéis que sempre procuram acusar os outros, vivem acusando”. “Sempre desqualificando os outros. Um estilo – eu diria – de promotores de justiça falidos: estão sempre tentando acusar os outros. Mas eles não percebem que é o estilo do diabo: na Bíblia o diabo é chamado de ‘grande acusador’, que está sempre acusando os outros”.



O Papa assegurou que se trata “uma moda entre nós”, que já existia na época de Jesus. Nesse sentido, recordou as palavras do Senhor quando disse aos acusadores que “em vez de olhar a palha nos olhos dos outros, olhe para a trave nos seus olhos”.
Também quando a multidão ia atacar a mulher adúltera, ele disse: “Aqueles que não pecaram podem atirar a primeira pedra”.
Além disso, o Pontífice definiu como “mundano” o estilo de vida daqueles católicos “que recitam o Credo, mas vivem de vaidade, o orgulho e o apego ao dinheiro”.
“A mundanidade, a mundanidade é o que estraga muitas pessoas, muitas pessoas! Pessoas boas, mas entram neste espírito de vaidade, de orgulho, de serem vistas… Não há humildade e humildade faz parte do estilo cristão. Devemos aprender isto de Jesus, de Nossa Senhora, de São José, eles eram humildes”.


Outro defeito da sociedade de hoje é “o espírito egoísta”, “o espírito da indiferença”. Esse espírito “leva-me a acreditar que sou um bom católico, eu faço as coisas, mas não me preocupo com os problemas dos outros, não me preocupo com as guerras, as doenças, com as pessoas que sofrem”.
“O estilo cristão é o das Bem-aventuranças: mansidão, humildade, paciência no sofrimento, amor à justiça, capacidade de suportar perseguições, não julgar os outros… E esse é o espírito cristão, o estilo cristão”, defendeu o Papa.
Nesse sentido, assinalou que se “quer saber como é o estilo cristão, para não cair neste estilo acusatório, no estilo mundano e no estilo egoísta, leia as Bem-aventuranças”.

Leitura comentada pelo Papa Francisco:

Mc 2,18-22
Naquele tempo, 18os discípulos de João Batista e os fariseus estavam jejuando. Então, vieram dizer a Jesus: “Por que os discípulos de João e os discípulos dos fariseus jejuam, e os teus discípulos não jejuam?”


19Jesus respondeu: “Os convidados de um casamento poderiam, por acaso, fazer jejum, enquanto o noivo está com eles? Enquanto o noivo está com eles, os convidados não podem jejuar. 20Mas vai chegar o tempo em que o noivo será tirado do meio deles; aí, então, eles vão jejuar.
21Ninguém põe um remendo de pano novo numa roupa velha; porque o remendo novo repuxa o pano velho e o rasgão fica maior ainda. 22Ninguém põe vinho novo em odres velhos; porque o vinho novo arrebenta os odres velhos e o vinho e os odres se perdem. Por isso, vinho novo em odres novos”.
Fonte: ACI Digital

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.