Jovem queria ser padre mas virou ladrão - Front catolico

Jovem queria ser padre mas virou ladrão





Suspeito de 22 anos furta paramentos e artigos religiosos de capelas em Viseu.
A GNR de Viseu identificou um jovem de 22 anos suspeito da autoria de vários furtos em capelas e sacristias em aldeias dos arredores da cidade. O suspeito sente-se frustrado por não ser padre, facto que confessou ao militares.

"Não me deixam", disse.

Na casa da avó tinha um altar, onde rezava missa e simulava a realização de procissões.

Desconhece-se se o jovem sofre de algum problema psíquico, mas aos investigadores da GNR que o identificaram assumiu-se como um "fanático pela religião cristã" e que fez tudo para ser padre.

Após vários assaltos a capelas localizadas em locais ermos e pouco movimentados, as suspeitas começaram a voltar-se para o jovem, sobretudo depois de ter sido visto por várias testemunhas a rondar uma das capelas que depois acabou por ser assaltada.



Munidos de mandado judicial, os investigadores da GNR de Viseu realizaram duas buscas domiciliárias à casa onde o suspeito vive com os pais e à habitação da avó, onde tinha montado o altar.

Foram apreendidas dezenas de artigos religiosos e de arte sacra, entre os quais paramentos, hóstias, um cálice e um crucifixo, material avaliado em milhares de euros.

O jovem não soube explicar a origem do material apreendido.

O suspeito foi constituído arguido por furto e o caso vai ser agora encaminhado para o Ministério Público do Tribunal de Viseu.

Os militares da GNR prosseguem a investigação para perceber a quantidade de furtos realizada pelo jovem.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.