URGENTE:Mulher ataca padre com ácido sulfúrico no rosto enquanto ele atendia confissões - Front catolico

URGENTE:Mulher ataca padre com ácido sulfúrico no rosto enquanto ele atendia confissões








Na tarde do último dia 5 de dezembro, o sacerdote Mario Guevara, Vigário da Catedral de Manágua (Nicarágua), foi atacado enquanto atendia confissões, por uma mulher de 24 anos que jogou ácido sulfúrico no seu rosto e no seu corpo.
A Polícia Nacional da Nicarágua informou que a mulher foi identificada como Elis Leonidovna Gonn, de 24 anos. As autoridades prenderam a jovem que tinha um passaporte russo e agora estão realizando "as investigações necessárias para esclarecer os fatos".
A mulher usava uma camiseta preta com a imagem da ultrassonografia de um bebê mostrando o dedo do meio, algo utilizado por grupos pró-aborto, por isso algumas pessoas acreditam que Leonidovna seria uma feminista radical.
"A nossa Instituição reitera o seu compromisso de continuar trabalhando pela segurança, pela tranquilidade das pessoas, das famílias e das comunidades nicaraguenses", concluiu o texto da polícia.


Após o ataque, o sacerdote de 59 anos, que sofre de diabetes, foi levado por Pe. Luis Herrera, Reitor da Catedral, a um hospital, "onde está recebendo cuidados médicos, pois sofreu queimaduras graves, entretanto, o seu estado de saúde é estável", assinala um comunicado da Arquidiocese de Manágua.
"Lamentamos a intenção deste ataque, o qual está sendo investigado pelas autoridades competentes", acrescenta o texto.
"Convidamos todos os fiéis a se unirem em oração por todos os nossos sacerdotes nesta novena em honra à nossa Mãe a Imaculada Conceição de Maria", finaliza o comunicado.


Pe. Guevara já recebeu alta e continuará fazendo o seu tratamento em casa.
"Lamentamos esse fato, porque os sacerdotes prestam um serviço e isso nos entristece muito: o fato de que tenham agredido o sacerdote desta forma porque atentava contra sua saúde", disse à mídia o Arcebispo de Manágua, Cardinal Leopoldo Brenes.
Em sua conta no Twitter, o Bispo Auxiliar de Manágua, Dom Silvio Báez, lamentou o ataque e expressou a sua solidariedade ao Pe. Guevara. "Eu o acompanho com carinho de um irmão e ofereço as minhas orações pela sua recuperação total. Que Jesus e a sua Mãe Santíssima protejam os nossos sacerdotes!", escreveu o Prelado.




0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.