Prostrar-se ou ajoelhar-se é adorar? - Front catolico

Prostrar-se ou ajoelhar-se é adorar?



UM LEITOR ANÔNIMO enviou-nos, ao post Veneração à Virgem Maria, o comentário que reproduzimos abaixo:

Os católicos dizem que não adoram Maria e os santos, mas vivem se ajoelhando para ela (eles). A Bíblia diz: 'Somente ao Senhor teu Deus adorarás' (Mateus 4: 10)! Portanto os católicos são idólatras sim!



A questão é muito simples, mas é recorrente, e já foi muito bem respondida em diversas publicações católicas, e também em outras páginas virtuais competentes, como é o caso do ótimo blog da Associação Diocesana Servos de Maria, ao qual recorremos como referência para esta nossa resposta. Ocorre que prostrar-se não significa, necessariamente, adoração, e a própria Bíblia Sagrada, única e exclusiva regra de fé dos nossos irmãozinhos afastados, ditos "evangélicos", está cheia de exemplos dessa verdade. As dificuldades se dão porque, via de regra, não leem as Escrituras de modo consciente e consistente, com o devido discernimento da noção de todo, mas apegam-se a determinadas coletâneas de passagens. Recorramos então às próprias Escrituras, para demonstrar alguns exemplos bem claros a esse respeito. Segue.


#
No Livro de Josué, podemos ler:

Josué rasgou suas vestes e prostrou-se com a face por terra até a tarde diante da Arca do Senhor, tanto ele como os anciãos de Israel. (Js 7,6)

• Por acaso Josué, então o sumo líder do povo de Deus, juntamente com os anciãos de Israel, estavam adorando a Arca, ou aos querubins esculpidos sobre a tampa da mesma Arca? Eram eles "idólatras"? Deixaremos a resposta a cargo daqueles que nos questionam.




#
Já no Primeiro Livro dos Reis, lemos:

O profeta Natã entrou e prostrou-se, com o rosto por terra, diante do rei Davi. (1Rs 1,22-23)

• Natã, profeta de Deus, estava adorando o rei Davi? Era ele também, então, um idólatra?


#
Um pouco mais adiante, no mesmo livro, está escrito:

O rei Salomão mandou mensageiros, e fizeram Adonias descer do altar. Ele então veio e prostrou-se diante do rei, que lhe disse: 'Volta para a tua casa'. (1Rs 1,53)

• Vemos aqui uma simples descrição do antigo costume de se prostrar, isto é, ajoelhar-se, diante do rei. Se ajoelhar-se diante de um símbolo religioso (como a Arca da Aliança), ou diante do rei fosse sinônimo de adoração, todo o Israel, povo de Deus do Antigo Testamento, seria idólatra.


#
No Segundo Livro dos Reis, vemos o seguinte:

Eliseu atravessou o rio. Os irmãos profetas (...) vieram ao seu encontro e prostraram-se por terra, diante dele.

• Estavam os profetas de Deus "idolatrando", adorando a Eliseu?

* * *

Além destes, existem diversos outros exemplos nas páginas das Sagradas Escrituras que demonstram, com toda a clareza, que prostrar-se não é, necessariamente, um gesto de adoração, a qual devemos somente a Deus. Por vezes, é dever de todo temente a Deus prostrar-se diante de um símbolo ou mesmo de uma pessoa que representa o poder, a autoridade e/ou a glória de Deus. O ato de um cristão que se prostra diante da Cruz de Cristo, diante do Altar ou diante de algum símbolo religioso –, como é o caso das imagens sacras, sejam as que representam Nosso Senhor, a Santíssima Virgem ou os santos –, Santo Tomás de Aquino esclareceu com a sua habitual maestria:



O culto da religião não se dirige às imagens em si como realidades, mas as considera em seu aspecto próprio de imagens que nos conduzem ao Deus encarnado (Cristo). Ora, o movimento que se dirige à imagem enquanto tal não termina nela, mas tende para a Realidade da qual é imagem (Deus). (Suma 2-2. q. 81, a. 3, ad 3: Ed. Leon. 9, 180. / CIC §2132).
>

Cremos que a questão esteja mais do que respondida, com base na Bíblia Sagrada e na Tradição Cristã, que vem desde o início do Cristianismo e permanece até os nosso dias, como parte do Fidei Depositum da Sã Doutrina confiada à Igreja do Senhor – assim como tambéestá escrito.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.