Outro padre se mata dentro de igreja após se acusado de abuso sexual - Front catolico

Outro padre se mata dentro de igreja após se acusado de abuso sexual








Um padre acusado de agressão sexual contra um menor de idade cometeu suicício na França, anunciaram autoridades católicas e fontes judiciais.


Pierre-Yves Fumery, 38 anos, se enforcou em seu presbitério na cidade de Gien, no Vale de Loire. O corpo foi encontrado no sábado.
O procurador regional, Loic Abrial, disse à AFP que uma investigação preliminar estava em curso desde 21 de setembro por "suspeitas de agressão sexual contra um menor de 15 anos", depois que recebeu "informações preocupantes".


"Aconteceram várias audiências e o padre foi interrogado em 15 de outubro, na qualidade de testemunha", completou.
O arcebispo de Orleans, monsenhor Jacques Blaquart, havia alertado uma unidade especializada da diocese sobre supostos "comportamentos inapropriados" de Fumery com adolescentes.
"É um momento de tragédia e sofrimento", declarou Blaquart nesta segunda-feira à prensa.



Este é o segundo suicídio de um padre acusado de agressão sexual na França em pouco mais de um mês.
Em setembro, Jean-Baptiste Sèbe, também de 38 anos, se matou em uma igreja da Normandia, depois que uma mulher o acusou de comportamento indecente e agressão sexual contra sua filha.
No momento da morte nenhuma denúncia oficial havia sido apresentada

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.