COVARDIA:Freira idosa é despejada de lugar onde ela viveu por 50 anos - Front catolico

COVARDIA:Freira idosa é despejada de lugar onde ela viveu por 50 anos





Através de um vídeo divulgado no Facebook, a freira Rosete Maria Barbosa de Campos, conhecida como Irmã Clara, de 63 anos, denuncia ter sido expulsa da casa que morava dentro do colégio Santa Madre, localizado na avenida Augusto Montenegro, em Belém. Na gravação, a religiosa explica que estava no local há 50 anos





"Estou aqui para demostrar minha Indignação... Durante alguns anos estudei no colégio Madre Celeste, colégio religioso, um colégio que muitos pais matricularam seus filhos justamente por ser religioso, por ter o apoio de religiosos como Irmã Clara e Padre José Luiz Sobral, mas depois passa a se chamar Colégio Santa Madre...enfim. Voltando um pouco na história, poucos sabem que a congregação sofreu um golpe, o Colégio Madre Celeste foi fundado pelas Irmãs, Madre Celeste, Irmã Josepha e irmã Josephine, e um simples
advogado que trabalhava para as irmãs com seu olho gordo deu o golpe, passando tudo para seu nome e colocando logo sua filha como administradora financeira... até então o colégio é visto com um colégio religioso, onde os alunos tinham bons ensinamentos religiosos, oração no pátio antes de serem conduzidos as salas de aulas, tinham Santa Missas na Capela Betânia...mas infelizmente tudo foi mudando...

os ensinamentos religiosos foram decaindo, as orações que eram feitas no pátio, passaram a ser nas salas por meio de caixinhas de som...as Santas Missas foram tiradas, mesmo no colégio tendo uma Capela...e logo atrás a Paróquia Imaculada Conceição. E as regras? Jogaram fora, agora pode tudo. Agora por último querem jogar a irmã na rua, sem ter o que comer e beber...saiu para ir ao médico às 06:30 ..mas quando foi 09:00 recebe uma ligação, falarão que estavam fazendo um muro, por onde ela tinha asseso para não entrar, pegou chuva e sol. Tudo para fazerem uma "faculdade católica", que nem deveria ser chamado de Católica, por que o nome é só fachada! Que colégio religioso que espulsa a própria religiosa do convento onde mora?
A Irmã Clara chegou neste lugar aos 13 anos de idade para ser uma religiosa, há mais de 50 anos que ela reside neste local, ela faz parte da história deste colégio!
Wallace Mendonça"
A religiosa, irmã Clara foi impedida de entrar nas dependências do Colégio Santa Madre (antiga Madre Celeste), na noite desta terça-feira, 19, na avenida Augusto Montenegro, em Belém. Segundo ela, o diretor do colégio e atual proprietário, Rosomiro Arrais mandou construir um muro que barrava a entrada de acesso da religiosa. O episódio ocorreu quando irmã Clara saiu de seus aposentos, que fica nas dependências do colégio, para uma consulta médica. Ainda no consultório, ela foi informada que “estavam construindo um muro para impedir sua entrada no Santa Madre”.



Irmã Clara conta que chegou naquele lugar aos 13 anos de idade para ser uma religiosa, e há mais de 50 anos reside no local. O Colégio Madre Celeste foi fundado pelas irmãs, madre Celeste, irmã Josepha e irmã Josephine. Após pressão por parte da população e amigos, irmã Clara conseguiu a liberação para entrar no prédio, nesta quarta-feira.



Segundo informações da própria irmã Clara, os atuais donos pretendem fundar uma faculdade católica no local. O Colégio Santa Madre foi inaugurado em fevereiro de 1965, ainda com o nome Madre Celeste, pois originalmente a instituição tinha como mantenedoras as Irmãs da Congregação da Imaculada Conceição. No ano de 2012 o Colégio passou a denominar-se Santa Madre para não homenagear apenas Madre Celeste e sim toda a Congregação.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.