Concerto musical em igreja causa indignação entre católicos - Front catolico

Concerto musical em igreja causa indignação entre católicos




 
 
Um vídeo de um concerto de rock dentro da igreja de Cem Soldos durante o festival Bons Sons levou a diocese de Santarém a vir explicar que não tinha conhecimento do dito concerto.


Um vídeo datado da segunda semana de Agosto está a ser amplamente difundida entre grupos de católicos e em páginas dedicadas a esta comunidade e está a causar indignação. No referido vídeo, mostra-se um concerto de música popular dado na Igreja de São Sebastião, na aldeia de Cem Soldos, em Tomar.

O concerto em causa é do projecto Homem em Catarse, do músico Afonso Dorido. No vídeo é possível ver o público a dançar e gritar e aplaudir o músico que tocava a sua guitarra eléctrica, enquadrado pelos amplificadores e colunas. O concerto estava integrado no festival Bons Sons que decorre todos os anos na aldeia de Cem Soldos e que conta com a participação e ajuda de toda a população na sua organização.
O vídeo foi publicado pelo blog católico Senza Pagare com o título Woodstock na igreja de São Sebastião em Cem Soldos. Em resposta à publicação no blog

e no Facebook podem ler-se comentários como: "Como é que é possível tal desplante?", "vão todos responder por isso no dia de seu julgamento..." ou "PALHAÇADA! Falta de respeito com o Sagrado! Absurdo!".




A igreja local já tinha sido usada para concertos em edições anteriores do festival, embora pareça ter passado relativamente desconhecida esta realidade, segundo o jornal i.



O bispo de Santarém afirmou não ter sabido do espectáculo. Numa nota emitida pela diocese de Santarém, o bispo afirmou que não sabia que o espaço seria usado para um concerto como o de Homem em Catarse, afirmando que este viola as regras do Vaticano sobre os concertos em igrejas.

Segundo a diocese, o Direito Canónico determina que os espectáculos não "devam ser contrários à santidade do lugar" e ainda que a Congregação para o Culto Divino refere, por isso, que "convém abrir a porta da igreja a um concerto de música sacra ou religiosa e fechá-la a toda a outra espécie de música".

O padre local, Luís Martinho, garantiu que deu autorização para que o festival utilizasse a igreja para o concerto, como fez em anos anteriores. "Tem corrido tudo bem. É uma polémica em torno de um único concerto numa lista de muitos outros", disse, em declarações ao i.

Mas o padre Martinho negou ainda ter responsabilidades, relembrando que chegou à paróquia há quatro anos e que já nessa altura havia o festival e a igreja era usada para concertos.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.