A melhor coisa que você pode fazer quando seu marido estiver passando por um dia ruim - Front catolico

A melhor coisa que você pode fazer quando seu marido estiver passando por um dia ruim




Você não pode se deixar contagiar pelo mau humor dele

As pessoas casadas compartilham tudo – espaço, tempo, vida… Às vezes eu esqueço que não temos que compartilhar também o nosso mau humor. Porque, honestamente, se meu marido acorda do lado errado da cama por qualquer razão, meu primeiro pensamento é: “lá vai a nossa manhã”. Se ele está ouvindo um funk, eu tenho certeza que eu também serei contagiada por este estilo musical…
Não tem outro jeito: nós moramos juntos. Se houver uma nuvem de chuva sobre a cabeça dele, eu, definitivamente, também vou me molhar, certo? 
Não necessariamente. A melhor coisa que podemos fazer por um cônjuge que está enfrentando um dia difícil é tentar não deixar que o humor dele nos contamine.
Isso não significa ser antipática ou sair dizendo: “não é problema meu”. Temos que desafiar a ideia preconcebida de que “quando mamãe (ou pai) não está feliz, ninguém está feliz”.


Eu vi uma mulher dizer isso uma vez, e fiquei com estas palavras na cabeça. O marido dela estava tendo um dia ruim – ele estava no limite e nada estava dando certo para ele. Então, ela disse despreocupadamente: “Bem, esse é o SEU dia ruim. Não significa que eu tenho que ter um dia ruim também”. 
Ela não estava sendo rude. O sofrimento dele importava para ela, mas ela não era obrigada a sofrer com o marido. 
Na verdade, a coisa mais amorosa que você pode fazer por seu marido nessa situação é tentar não deixar que o mau humor dele contamine você. Assim, ele não se sentirá culpado por isso – nem você. Ele poderá ver que, ao mesmo tempo em que você é simpática aos problemas dele, você não se ressente por ele tê-la derrubado também – porque ele não te derrubou. E ter uma parceira alegre pode ajudar a melhorar um dia ruim – muito mais do que qualquer outra coisa. 


Para mim, é um grande alívio ver que muita gente está bem quando eu estou na sarjeta. Isso me dá o espaço de que eu preciso para viver meus sentimentos sem aquela pressão para “superar” antes que eu esteja pronta. Por isso, estou tentando estender este pensamento para o resto da minha família.
Agora, se você não consegue ajudar seu marido a sair dessa situação difícil, então a melhor coisa é cuidar de si mesma. O que te mantém alegre? Para mim, geralmente é passar um tempo sozinha, sair de casa ou fazer algo novo. Manter seu espírito alegre não é algo egoísta; é uma maneira real de ajudar toda a sua família. Seja qual for a sua versão de autocuidado preferido, ela será a maneira mais real de cuidar das pessoas que você ama quando você não conseguir resolver os problemas delas.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.