Procurador recusa pedido de retirada de crucifixo de Câmara - Front catolico

Procurador recusa pedido de retirada de crucifixo de Câmara




O procurador Ailton Benedito de Souza , do Ministério Público Federal em Goiás, arquivou a representação de Gabriel Amorim Mendonça Reis para que seja retirado um crucifixo da Câmara Municipal de Goiânia e que cesse ali a leitura de trechos da Bíblia, em respeito ao Estado laico.

Ele argumentou que “a religião é um bem em si mesma” e que a exposição daquele símbolo católico “não induz nenhum indivíduo a adotar” qualquer tipo de crença.

Benedito lembrou que o Conselho Nacional de Justiça já se manifestou favoravelmente à presença de símbolos religiosos em tribunais.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.