ATRAVÉS DAS REDES SOCIAIS, UMA FEMINISTA QUE É A FAVOR DO ABORTO, QUE TEM MUITOS SEGUIDORES, INSTA TODAS AS PESSOAS A QUEIMAR AS CATEDRAIS, IGREJAS E ATÉ MESMO O PRÓPRIO CONGRESSO NACIONAL.
Em 8 de agosto, será decidido no Senado da Nação se a lei sobre a interrupção voluntária da gravidez é legal em nosso país, e como se aproxima a data radicalizou grupos feministas aumentar o seu nível de violência contra a possível não-aprovação como O aborto pró-aborto não teria os votos necessários, apesar das operações políticas do mesmo governo nacional e de alguns governos provinciais para aprovar a lei que ajudaria o controle de natalidade, diminuindo o número de planos sociais.