A moça paralítica - Fato verídico contado por padre Léo - Front catolico

A moça paralítica - Fato verídico contado por padre Léo




Eu já atendi muitas meninas que fizeram aborto. Já atendi uma menina paralítica, já contei essa história, mas vale a pena relembrá-la brevemente.
Eu era jovem sacerdote e me trouxeram uma moça paralítica, menina, nova, a mãe dela e o namorado. Trouxeram essa moça pra eu orar por ela. E eu comecei a orar por essa moça, e o Espírito Santo foi me mostrando que algumas coisas feias na vida dessa moça tinham acontecido. 
Então eu pedi que a mãe e o namorado saissem pra eu conversar um pouquinho com ela. E eu fui pedindo que ela abrisse o coração, mas ela não queria e eu não podia forçar.

Então, eu rezei um pouco, e aí Deus me deu a Palavra de Ciência, eu falei aquela Palavra de Ciência pra ela, essa moça se pôs a chorar... Mas chorou desesperadamente! E contou-me a sua história.
Ela tinha 15 para 16 anos, ficou grávida do namorado, uma família muito importante lá na cidade deles. Família de igreja. E quando, então, descobriu que a menina estava grávida, o pai e a mãe levaram essa moça pra uma cidade maior e lá fizeram um aborto.


Voltaram para a cidade, na semana seguinte foram à Missa. E qual não foi a surpresa dela, o pai dela, de jaleco branco, ajudando a distribuir a Comunhão. Naquela hora, o ódio do pai, aliado ao aborto, abriu a porta do demônio na vida dela. E aí veio a condenação, autocondenação.
E como ela nunca mais queria cometer aquele pecado, o demônio foi sugerindo que ela não movimentasse mais as pernas, porque, não andando, ela não iria arrumar namorado. Não iria ter relações sexuais, sendo paralisada. E ela estava paralítica.

Então fizemos uma oração demorada. Entregamos a criança pra Deus. Pedi que ela escolhesse o nome pra criança e ela me perguntou: 

Menino ou menina? 

Eu disse: 

- Você que escolhe. 

Ela disse: 

- Pode ser Léo?

Pode. Fico honrado! Você tem um filho que se chama Léo e está no Céu. Está no coração de Deus. E a partir de hoje você vai pedir inclusive a intercessão dele, porque criança que foi abortada, ela está no Exército dos Santos Inocentes. Inclusive, intercedendo muito, dia e noite, pela conversão da mãe, do pai e de todos aqueles que trabalham na indústria medonha do aborto.
Quando terminamos de rezar, meus irmãos, eu dei absolvição sacramental pra ela. E quando eu terminei de dizer: 'Minha filha, eu te absolvo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo', ela se levantou sozinha, juntou-se no meu pescoço, me lambuzou de beijos e lágrimas.
Graças a Deus, eu abri a porta e, estarrecida, a mãe e o namorado a receberam andando. E ela já tinha ido até nos Estados Unidos pra resolver o problema da perna! Então, vejam bem o que o pecado faz... O pecado paralisa!

Trecho da pregação: Confortai-vos no Senhor (clique no link e assista à pregação completa)


Equipe Blog Padre Léo Eterno

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.