Padre Marcelo Rossi prega conexão com o 'wi-fé' - Front catolico

Padre Marcelo Rossi prega conexão com o 'wi-fé'






Em Londrina, o sacerdote sugeriu uma profunda mudança de hábitos no lançamento de seu novo livro 'Metanoia'


Gustavo Carneiro
Gustavo Carneiro - Padre Marcelo: 'Desde 2016, Deus tem falado muito forte no meu coração: jovens, jovens. Ao invés de ficar criticando o pancadão, temos que dar opção'
Padre Marcelo: "Desde 2016, Deus tem falado muito forte no meu coração: jovens, jovens. Ao invés de ficar criticando o pancadão, temos que dar opção"

Na última terça-feira (24), o padre Marcelo Rossi distribuiu autógrafos, bençãos e fotos para cerca de 1500 pessoas - entre jovens e idosos - durante o evento de lançamento de seu novo livro, "Metanoia", no Shopping Catuaí, em Londrina. Durante nove horas, das 11 às 20h, sempre de pé, o sacerdote atendeu a todos, recebendo pedidos de oração e deixando muitos dos fiéis emocionados no espaço preparado pelas Livrarias Curitiba.


Algumas das pessoas esperaram o padre Marcelo por horas. Outras precisaram pegar até três ônibus para chegar ao local. Tudo pelo sacerdote, uma espécie de celebridade do universo religioso desde o final dos anos 90, com mais de 12 milhões de CDs vendidos e 15 milhões de livros. Nas redes sociais, são 5,2 milhões de seguidores no Facebook e outros 1,2 milhão no Instagram.



Maria Aparecida Santos Silva foi uma das fiéis a comparecer ao evento. Moradora de Cambará (município a 137 km de Londrina), veio à cidade trazer uma foto ao padre. Uma imagem dela e sua mãe junto ao avô do sacerdote, seu Alfredo, quando moravam em Santana, no interior de São Paulo. "Ele era um grande amigo meu e da minha mãe, íamos à igreja juntos. Sempre pedia para orarmos muito pelo neto", conta. Padre Marcelo exibiu orgulhoso a fotografia para as pessoas presentes na sala, relembrando que o avô não queria que ele fosse padre.

A palavra "metanoia", que dá nome ao novo livro do religioso, vem do grego: mudança profunda e radical da mente, inclusive em nossa compreensão, juízo e vontade. A modificação interior do homem em sua totalidade. Recuperado recentemente de uma profunda depressão, Marcelo Rossi prega uma mudança nos hábitos das pessoas, principalmente dos jovens, para se enfrentar os problemas da sociedade atual. Um livro de cabeceira, como o próprio sacerdote define.

Padre, no livro você prega uma grande mudança nos hábitos das pessoas. Como se faz isso?
Eu faço uma analogia. Wi-fi, Wi-fé. Na wi-fi, quanto mais as pessoas têm a senha, quanto mais as pessoas acessam, pior. Wi-fé não. Quanto mais, melhor. E aí aproveitei essa analogia para tocar nos maiores problemas do novo milênio, que é a depressão que eu passei e a ansiedade. No livro, eu ensino como combater esses problemas. Wi-fé é amor a Jesus. Quem for ler, por favor, acorde. E fica a pergunta: qual é a missão que Deus tem na sua vida? Todos nós temos algo. Quando você entende isso, se liberta da ansiedade. Certas coisas têm que se ler. Seja Tomé, igual São Tomé. Veja, leia, entenda. Aí você vai entender o que é essa wi-fé. Aí você vai compreender que é possível viver neste mundo e não estar preso às coisas deste mundo.



Por que a ansiedade e a depressão são os principais problemas do milênio?
Porque nós vivemos em um mundo de muita informação. Agora estamos passando por um período de fake news. É tanta mentira. Em quem eu vou acreditar? Repito, é informação demais. O que é verdade? O que é mentira? Falta formação. Nós não estamos preparados. O ser humano vive uma passagem. Então, eu levo o jovem a se questionar: "o que eu estou fazendo aqui?". Por exemplo, você vai em um restaurante, a pessoa, ao invés de pedir o cardápio, pede a senha do wi-fi. Em todo lugar que você vai, "qual é o wi-fi?". Então, você vê. Esse é o mundo. Precisamos mudar esses hábitos. Esses vícios. Por isso, metanoia, wi-fé.

Você conseguiu mudar esses hábitos em você?
Eu aprendi, estou aprendendo e , vira e mexe, tenho que voltar, ter o hábito. É a mudança de hábito e não é fácil, porque nós vivemos em um mundo ansioso, que nos leva à ansiedade. Então, eu tenho que fazer igual com a palavra de Deus. Eu tenho que reler, reler o livro. Por isso eu confesso pra você que várias vezes eu volto no livro. "Ixe, eu to esquecendo o capítulo quatro", por exemplo. Nesse livro, eu estou mais do que nunca usando as redes sociais – eu demorei para usar - por causa dos jovens. Desde 2016, Deus tem falado muito forte no meu coração: jovens, jovens. Ao invés de ficar criticando o pancadão, temos que dar opção. Então meu objetivo, nesse livro, é atingir o jovem, que está perdido.



Ser um padre celebridade ajuda nesse processo?
Eu vou dar um exemplo para você. Um querido amigo meu, o padre Léo, em meses, teve um câncer que o levou. Na depressão, que eu achava que era frescura, eu caí. Nós somos tão frágeis. Quem pergunta de mim, o que eu sou? Um em sete bilhões de pessoas que vivem em um planetinha chamado Terra, em um sistema solar, na Via Láctea, em todo o universo. Eu não me considero uma celebridade. Deus me colocou nessa missão, então eu quero aproveitar cada dia para levar as pessoas a amar Jesus. Isso aqui pra mim é uma passagem. Eu amo Jesus e se eu estou aqui é por causa dele.

SERVIÇO
'Metanoia', padre Marcelo Rossi
Editora: Principium Editorial/ 2018
(136 pgs.)
Preço: R$ 14,90

*Supervisão: Célia Musilli
Editora da Folha 2

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.