Freira de 70 anos estuprada na Índia perdoa seus abusadores - Front catolico

Freira de 70 anos estuprada na Índia perdoa seus abusadores




“A religiosa disse que esqueceu o incidente, perdoa o crime e pediu a todos que rezem pelos culpados”

Na madrugada deste sábado uma freira de mais de 70 anos foi estuprada por um grupo de delinquentes quando tentava impedir que roubassem o dinheiro de uma escola católica na Índia. A religiosa se encontra no hospital e de lá perdoou os culpados e pediu pela paz no país, onde nos últimos dias se registraram diversos ataques contra os cristãos.
O fato ocorreu na escola do convento Jesus e Maria, no distrito de Nadia, estado de Bengala Ocidental.
Em declarações à BBC, o Arcebispo de Calcutá, Dom Thomas D’Souza, disse que os ladrões roubaram o dinheiro da escola de Ranaghat antes de entrarem no próprio convento, atacando também outras duas companheiras da religiosa e um guarda.
Pede orações pelos agressores
Por sua parte, a irmã Amala visitou a idosa no hospital. “A religiosa disse que esqueceu o incidente, perdoou o crime e pediu a todos que rezem pelos culpados”, assinalou.


A imprensa informou que a polícia prendeu pelos menos seis pessoas vinculadas com o roubo e o ataque à religiosa.
Além disso, centenas de pessoas, entre eles estudantes da escola, saíram para protestar de forma pacífica exigindo justiça.
“Temos que levantar a nossa voz contra as atrocidades. Os cristãos não tolerarão esta humilhação”, expressou o Pe. Savari Muthu, porta-voz da Arquidiocese de Nova Deli, onde várias igrejas católicas foram atacadas por extremistas no mês passado.
O sacerdote assinalou que as escolas católicas de todo o país terão encontros de oração nesta segunda-feira.
Por ACI
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.