Encontro mundial de coroinhas em Roma:60 mil jovens participam - Front catolico

Encontro mundial de coroinhas em Roma:60 mil jovens participam





Com o tema "Busca a paz e vai ao seu encalço", desde a manhã desta segunda-feira, 30 de julho, 60 mil jovens de diferentes lugares do mundo se reúnem em Roma, por ocasião da XII Peregrinação Internacional de Ministrantes.
Até o dia 3 de agosto, os jovens coroinhas participarão de encontros e conferências, além de assistir à Missa todos os dias. O ato central será a audiência com o Papa Francisco, que acontecerá na Praça de São Pedro na terça-feira, 31 de julho.
A peregrinação é organizada pela Coetus Internationalis Ministrantium (CIM), organismo internacional que reúne as diversas realidades nacionais e diocesanas de acólitos e coroinhas da Europa.
Os organizadores também prepararam visitas guiadas à cidade de Roma para aproximar os jovens da história, cultura e espiritualidade da cidade.


Na coletiva de imprensa de inauguração do encontro em Roma, Dom Ladislav Nemet, Bispo de Zrenjanin (Sérvia) e presidente da CIM, destacou o testemunho de unidade que pretendem transmitir durante a peregrinação. "O programa sublinha o caráter internacional deste encontro. Os participantes, provenientes de diversos países e diferentes línguas, se reúnem sob um único lema: ‘Busca a paz e vai ao seu encontro’".
Dom Nemet, manifestou a certeza de que este encontro será muito enriquecedor para os coroinhas, explicou que "será possível apreciar a unidade na diversidade".
"Podemos destacar a nossa fé, mas sem excluir ou demonizar os outros", disse e sublinhou que o "nosso objetivo não é construir muros entre os diferentes grupos, mas construir pontes".


Por sua parte, Dom Stefan Oster, presidente da Comissão da Juventude da Conferência Episcopal Alemã, assegurou que os coroinhas têm um papel muito importante na divulgação de uma cultura litúrgica.
Depois dos sacerdotes, explicou, "os coroinhas são aqueles que estão mais próximos da liturgia e podem ajudar a desenvolver uma identidade litúrgica".
Além disso, também enfatizou a ideia da unidade e referiu-se a ela para além da unidade entre os cristãos para aludir a casos como o da integração europeia. "Como Igreja, podemos contribuir à unidade europeia", assegurou.


Também mencionou a oportunidade do novo curso que começará em setembro com um ano repleto de eventos nos quais os jovens são os protagonistas, como o próximo Sínodo dos Bispos ou a Jornada Mundial da Juventude, no Panamá.
Embora a maioria dos peregrinos, cerca de 50 mil, são alemães, também participam do encontro em Roma coroinhas da Antígua e Barbuda, França, Reino Unido, Croácia, Luxemburgo, Áustria, Portugal, Romênia, Rússia, Suíça, Sérvia, Eslováquia, República Tcheca, Ucrânia, Hungria e Estados Unidos.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.