Ladrões assaltam seis igrejas em menos de um mês - Front catolico

Ladrões assaltam seis igrejas em menos de um mês



 Um grupo de ladrões entrou em seis igrejas da cidade de Orense (Espanha) para roubar todos os objetos de valor e as esmolas, o último roubo ocorreu no sábado, depois de forçarem a porta principal do templo com grande violência durante a noite.
Segundo informações do jornal local ‘La Region’, durante na noite de sábado para domingo, os assaltantes entraram na igreja de Santo Estâvão de Sandiás, na zona de A Limina, na cidade de Orense, arrombando a porta.
O pároco do templo, Pe. Manuel Fernández Vidal, descobriu o roubo quando ia celebrar a Missa das 11h30. Segundo o sacerdote explicou ao jornal local, “eles entraram depois de forçar a entrada e iam roubar as moedas das ofertas, mas o pior é que a porta era de madeira e tiveram que fazer muita força para arrombá-la”.
Além disso, assegurou que não sabe se a porta poderá ser consertada ou terão que colocar uma nova, pois segundo explicou: “foi feita por um bom carpinteiro há 20 anos e só a maçaneta custaria cerca de 17 mil pesetas (110 euros), além do valor da própria porta, que é de madeira de teca”.
Roubaram cerca de 200 euros de esmolas e também os brincos e o colar de ouro que a Virgem Maria usava.
“Estão atacando nesta região, deve ser uma quadrilha que se dedica a isso e começou pelas igrejas da região de A Limia”, assegurou o pároco.
Segundo o responsável pelo Patrimônio da Diocese de Orense, Miguel Ángel González, suspeitam que os ladrões sejam “pessoas que conhecem o terreno, que são pessoas desse entorno ou que prepararam o roubo previamente”.
Por isso recomendou que não deixem “medalhas ou brincos por devoção” nas imagens da Virgem Maria ou de Cristo nas igrejas, porque “o ouro é fácil de vender”.
O primeiro assalto ocorreu em 19 de abril, quando entraram na paróquia de Piñeira de Arcos para roubar as esmolas, um ato que tentaram repetir apenas um dia depois na igreja de Abadives, mas nesta ocasião não conseguiram arrombar a porta.
Em 22 de abril, atacaram o mosteiro de Bon Xesús de Trandeiras, onde roubaram o dinheiro das esmolas.
Na quinta-feira (3) e sexta-feira (4), também assaltaram as igrejas de Vilaseca e da cidade de Zos, em ambos os casos quebraram a porta com um ferro e roubaram o dinheiro das esmolas.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.