Católicos defendem o Cardeal do Rio de Janeiro, alvo de críticas petistas - Front catolico

Católicos defendem o Cardeal do Rio de Janeiro, alvo de críticas petistas


Arcebispo e Arquidiocese entraram na mira de disputas ideológicas marcadas por alegações parciais e injustas

A respeito de recentes acusações de caráter ideológico feitas ao Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, bem como a grande parte do clero da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, reproduzimos abaixo a nota emitida pela assessoria de imprensa da própria Arquidiocese.
No tocante ao conteúdo das acusações, remetemos o leitor interessado a este artigo-resposta do professor de filosofia Robson Oliveira, por mencionar tanto as críticas originais quanto relevantes contrapontos e contestações a elas: O Sociólogo e a Tentação do Leviatã.
A seguir, a nota da assessoria de imprensa da Arquidiocese do Rio:

Constatamos que, ultimamente, têm surgido críticas pessoais e institucionais contra a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro e a seu cardeal arcebispo metropolitano.
A resposta a estas informações inadequadas está publicada no órgão oficial da ArqRio
A falta de conhecimento sobre a realidade pastoral e social do Rio de Janeiro é notória, visto o vasto campo de atuação pastoral e social desenvolvido pela ArqRio, que vai ao encontro das periferias existenciais.
A ArqRio e o seu cardeal arcebispo trabalham em favor dos mais pobres, dos humildes e daqueles que necessitam de amparo espiritual, material e social.
Não há no Rio de Janeiro uma única pessoa que mais atende aos pobres e sobe e desce as comunidades, atendendo ao seu povo, do que o incansável Cardeal Orani João Tempesta, sendo presença consoladora a todas as vítimas da violência que se abate no Rio de Janeiro, sem distinção.
Na Igreja não existe a divisão entre conservadores e progressistas. Nosso compromisso é com o anúncio do Evangelho e com a defesa da vida, desde a concepção até o seu termo natural.
A ArqRio e seu arcebispo estão em plena e perfeita comunhão eclesial com o bispo de Roma, Sua Santidade, o Papa Francisco. Nosso cardeal está presente nas periferias da cidade do Rio de Janeiro.
Lembramos o que fala o Direito Romano, que todos nós, leigos e clérigos, devemos guiar nossa vida: “A ninguém é lícito lesar ilegitimamente a boa fama de que alguém goza, nem violar o direito de cada pessoa de defender a própria intimidade”.
Rio de Janeiro, RJ, 9 de abril de 2018.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.